Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Wiki

Thriller foi o sexto álbum de estúdio do artista americano . Lançado em 30 de novembro de 1982 pela gravadora Epic Records, como sequência de Off the Wall, álbum de 1979 que foi um grande sucesso de crítica e público. Thriller explora gêneros semelhantes aos que foram abordados em Off the Wall, como o , , , e . As letras de Thriller abordam temas como a paranóia e o sobrenatural. Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

Com um orçamento de 750.000 dólares para a produção do álbum, as sessões de gravação foram realizadas entre abril e novembro de 1982 nos Westlake Recording Studios, em Los Angeles, na Califórnia. Auxiliado pelo produtor musical Quincy Jones, Jackson compos quatro das nove faixas de Thriller. Com o lançamento do primeiro single do álbum, "The Girl Is Mine", diversos analistas acharam que Thriller faria apenas um sucesso relativamente pequeno; com o lançamento do segundo single, "Billie Jean", no entanto, o álbum passou a liderar as paradas de diversos países, chegando a vender, em seu auge, um milhão de cópias por semana em todo o mundo. Em pouco mais de um ano Thriller se tornou - posição que mantém até hoje - o álbum mais vendido de todos os tempos: o livro Guinness dos Recordes o lista como o mais vendido da história, adquirido por mais de 140 milhões de pessoas até 2006. Sete das nove canções do álbum foram lançadas como single, e todas alcançaram o top 10 na Billboard Hot 100. O álbum também ganhou uma quantidade recorde de Prêmios Grammy em sua edição de 1984.

Thriller solidificou o status de Jackson como um dos principais pop stars do fim do século XX, e lhe permitiu derrubar barreiras raciais através de suas aparições na MTV e encontros com o presidente americano Ronald Reagan, na Casa Branca. O álbum foi o primeiro a usar com sucesso o videoclipe como ferramenta promocional - os videoclipes de "Thriller", "Billie Jean" e "Beat It" eram exibidos constantemente na MTV à época, e foram considerados "inovadores" para a época.

Em 2001 uma edição especial do álbum foi lançada, que contém entrevistas adicionais (em áudio), uma gravação demo de Billie Jean e as canções "Someone in the Dark" e "Carousel". Em 2008 o álbum foi relançado como Thriller 25, com remixagens nas quais participaram artistas contemporâneos, uma canção inédita e um DVD.

Thriller ficou em 20º lugar na lista de 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos da revista Rolling Stone, em 2003, e foi listada pela National Association of Recording Merchandisers como terceiro lugar em sua lista definitiva de 200 Álbuns de Todos os Tempos. O álbum foi preservado pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos ao seu National Recording Registry, por ter sido considerado "culturalmente significante".

Até hoje, o álbum Thriller continua com o titulo de 'álbum mais vendido de todos os tempos'.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls