Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar
Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Wiki

Indie (ou "rock/pop independente") é um referência musical que caracteriza bandas que não são lançadas por grandes gravadoras, porém o grande sucesso de algum desses grupos os lançaram diretamente para gravadoras de grande porte, embora o som na maioria dos casos, não perca a identidade, fazendo com que tais bandas, mesmo com o sucesso de público e grande repercussão na mídia, sejam consideradas bandas alternativas.

O indie rock da década de 2000 (que se afastou completamente da proposta original de rotular bandas auto-produzidas) perdeu toda a idéia dos anos 90 e ficou mais conhecido por serem bandas de rock alternativo se aproximando do pop, os diversos subgêneros criados com esse estilo são marcadas pelo revivalismo do pós-punk do anos 80 só que feito de um jeito mais contemporâneo. Típicas bandas influenciadoras: Gang of Four, Blondie, Joy Division, The Cure. Alguns exemplos desse estilo: Franz Ferdinand, Bloc Party, Kaiser Chiefs, 'The Coral, Raconteurs, She Wants Revenge, Arctic Monkeys etc. O indie rock dos anos 2000, acabou levando a muitos outros estilos, alguns até hoje não rotulados. A situação caminhou a tal ponto que é quase impossível saber o que é e o que não é indie rock.

Em relação aos temas há uma liberdade e variedade de assuntos cantados por bandas deste estilo, não se detectando nenhum assunto que seja mais cantado dentro deste estilo.

A grande explosão indie rocker, surgiu no meio da década de 90, na Inglaterra, quando bandas como Pavement, Oasis, Blur e Placebo ganharam as paradas de sucesso em vários países, com essa popularização tais bandas foram consideradas também ícones do chamado Britpop.

No começo dos anos 2000 o sucesso das bandas americanas The Strokes e White Stripes colocaram de novo no cenário a curiosidade a cerca das bandas "indie rock" e logo ganharam o holofotes dos meios de comunicação.

Atualmente várias bandas surgem e fazem sucesso entre os jovens da geração 2000: Arctic Monkeys, The Killers, Franz Ferdinand, The Raconteurs e Bloc Party, são alguns nomes que representam o novo cenário da música indie.

História

No Reino Unido, as paradas musicais indie vêm sendo compiladas desde o início da década de 1980. Inicialmente ela tratava de bandas que emergiram do punk e outras formas alternativas do rock. Tais bandas eram caracterizadas meramente por lançarem álbuns por pequenas gravadoras, independente da cena musical em vigor. Apesar disso, o termo indie começou a ser associado com o estilo de rock alternativo baseado majoritariamente em guitarras que dominava a parada, particularmente artistas de indie pop como Aztec Camera e Orange Juice, o movimento C86 e os artistas da Sarah Records. As bandas que marcaram o estilo na década de 1980 foram The Smiths, the Stone Roses e The Jesus and Mary Chain,Happy Mondays,My Bloody Valentine que influenciaram diretamente os movimentos alternativos de rock da década de 1990 como o shoegaze e o britpop. De fato, é bastante comum para os britânicos denominarem qualquer forma alternativa de música como indie ao invés de alternativo.

Nos Estados Unidos, a música normalmente denominada indie rock descende da cena de rock alternativo influenciada pelo punk rock e hardcore da década de 1970 e início dos anos 1980. Nos anos 80 o termo indie rock foi particularmente associado à bandas com som forte e distorcido como Hüsker Dü, Dinosaur Jr, Pixies, Sonic Youth e Big Black. Durante a primeira metade da década de 1990, o rock alternativo liderado por bandas do movimento grunge como Nirvana e Pearl Jam explodiram para o público geral, alcançando sucesso comercial. Logo após o gênero alternativo tornou-se comercializável, atraindo grandes gravadoras a investirem em formas pró-comerciais com um apelo conservador (retrô).

Com isso, o significado da denominação alternativo mudou de sua forma original, uma contra-cultura, para uma cultura comercialmente bem sucedida e apelativa ao grande público, enquanto o termo indie rock passou a denominar bandas e gêneros que permaneceram na cena "underground".

Subgêneros

Sempre foi uma tarefa difícil saber se uma banda era de Indie Rock ou não. O Indie Rock pode ser tanto um tipo de Folk quanto um estilo de Hardcore. Abaixo estão classificados os estilos:

* Baroque pop: Um folk rock dos anos 60 misturado com o experimentalismo, como por exemplo, a inclusão de uma orquestra na música. (ex: Arcade Fire, Fiona Apple, Tori Amos e The Decemberists)

* Britpop: Estilo que mistura quase toda a história do rock britânico. Desde a British Invasion (Rolling Stones, Small Faces etc), passando por bandas de Punk Rock como Buzzcocks e Wire, até chegar em Stone Roses e Happy Mondays, é por isso que varias bandas desse estilo são bastante diversificadas e "ecléticas". (ex: Supergrass, Blur, Franz Ferdinand, Oasis e Pulp)

* Disco punk: Mistura perfeita da New Wave com o Punk Rock, adicionando às vezes um pouco de Funk dos anos 70. (ex: LCD Soundsystem, !!!, Out Hud, Radio 4 e Rapture)

* Dunedin Sound: Um tipo de Indie Pop diferenciado, ele usa guitarras "jingly-jangly", baixo repetitivo e algumas vezes bateria. Algumas bandas de Punk Rock já usaram esse tipo de estilo. (ex: Superette, Garageland, The Bats e 3Ds)

* Garage rock revival: com som de "rock and roll" dos anos 60, a maioria das bandas que são desse subgênero tem um grande influência do Delta Blues. (ex: Strokes, Von Bondies, White Stripes e Eagles Of Death Metal)

* Lo-Fi é mais um tipo de gravação que propriamente um estilo, são tão baixos os bit-rate que torna-se difícil diferênciar os instrumentos. A maioria das bandas de Lo-Fi mistura guitarras altamente distorcidas com o Pop. (ex: Portishead (no início) e Guided By Voices)

* Madchester: Estilo que misturava Indie Rock, Dance Music e Pop Psicodélico. Graças ao estilo, várias bandas do Britpop foram formadas. As letras do estilo eram muito influenciadadas pelas drogas sintéticas (que eram novidade na época). (ex: Happy Mondays, Stone Roses,The Inspiral Carpets e A Guy Called Gerald)

* Math rock: Mistura riffs dissonantes e batidas diferentes (7/8. 11/8 ou 13/8 por exemplo). O Math Rock é um estilo realmente complexo fundindo o Rock, Metal, Progressivo e até mesmo Punk. (ex: 1.6 Band, Bellini, Creedle, Braid, Inlantic, The Jesus Lizard e Surrogat)

* Noise pop: Mistura a atitude do Punk Rock com noise, ecos e várias outras características bastante encontradas no universo Pop dos anos 80. (ex: The Jesus & Mary Chain)

* Nugaze: Uma Shoegaze em que abusa dos sintetizadores mais do que das guitarra propriamente. (ex: Sigur Rós, M83 e Scarling)

* Psych folk (ou Freak Folk ou New Weird America): Um estilo que mistura o Folk dos anos 60, com as bandas psicodélicas também dos 60. (ex: Devendra Banhart, Brightblack Morning Light, Iron & Wine, Six Organs of Admittance e Animal Collective)

* Post-punk revival: O mais complexo dos subgêneros. O estilo mistura as guitarras do Punk,"riffs" vindo de bandas como Television e Gang Of Four, os teclados da New Wave, algumas vezes Eletrônica. Tudo isso criado através de uma "melodia" Pós Punk. (ex. Bloc Party, Franz Ferdinand,Futureheads e Interpol)

* Post-rock: Estilo amplamente alternativo que mistura Rock e Jazz flertando a Eletrônica, tudo isso num clima Ambient (ex. A Silver Mt. Zion, Do Make Say Think e Fly Pan Am)

* Slowcore (ou Sadcore): Rock Alternativo com batidas lentas e letras tristes, se confunde muito com o Indie do final dos anos 80. (ex: (Smog), Low, Galaxie 500, Bedhead e Pedro the Lion)

* Shoegaze: Mistura guitarras noise e distorcidas a batidas lentas com fortes riffs. O clima das músicas de Shoegaze são parecidos com o do Pop dos anos 80, diferindo-se apenas pelos primeiros serem mais sombrios. (ex: My Bloody Valentine, Ride e Slowdive)

* Twee pop: Mistura doces melodias e doces letras. A sonoridade é a partir de guitarras leves, vocais femininos e, às vezes, instrumentos de criança. (ex. Camera Obscura, Belle & Sebastian, The Flaming Lips, Architecture In Helsinki, Tully Craft e Girls in Hawaii)

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls