Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Zander é uma banda do Rio de Janeiro que deu as caras no final de 2008, após o término do Deluxe Trio e, originalmente, foi formada por Gabriel Zander/Bil (vocal, guitarra), Gabriel Arbex/Sanfona (guitarra), Philippe Fargnoli/Phil (vocais e guitarra), Leonardo Mitchell/Leo (bateria) e Gustavo Tolhuizen/Guta (baixo).

Em outubro de 2008, eles lançaram o EP "Em Construção"; Em junho de 2009 a música "Do The Shindo" (que se encontra na "Coletânea Superfuzz" – o estúdio da banda); Em julho o EP "Já Faz Algum Tempo".

Em março de 2009, o Zander lançou o seu primeiro videoclipe, o da música "Pólvora", gravado em 2008 no Espaço Impróprio (São Paulo), dirigido por George Queiroz, Daniel Todeschi e Rodrigo Toledo. A música escolhida foi "Pólvora".

Após todos esses lançamentos, shows e alguns acontecimentos marcantes, como a chance de abrir o show da banda californiana Samiam, em dezembro de 2009, no Hangar 110 (São Paulo), o baixista Guta deixou a banda antes mesmo de chegar a fazer essa apresentação.

Como eles tinham alguns shows marcados para a mesma semana no interior de São Paulo e também um em Joinville (Santa Catarina), porém não dava tempo de arrumar um baixista, Gabriel Arbex largou sua guitarra e foi assumir os graves nessas apresentações.

Mais compromissos foram surgindo e, felizmente, Celso, o baixista do StripClub, topou dar essa ajuda para o Zander, cobrindo alguns shows. Inclusive, ele chegou a fazer as primeiras apresentações da banda em 2010.

Celso acabou não assumindo o posto de baixista oficial. A missão foi concedida a Marcelo Adam (conhecido pelo seu trabalho nas bandas A Sangue Frio, Jonas, Yun Fat, Contenda, Fragor, Hoje Você Morre, Adcional, Viver Mata (na qual tocava com Leonardo Mitchell) e Lost Youth), que foi para o Rio de Janeiro diretamente da Bahia.

Por conta desse momento de turbulência na vida do Zander (de transição de integrante) e para explicar também mais detalhes sobre este fato aos admiradores da banda, eles lançaram no Youtube um mini documentário produzido pela 2r² Produções, de Rodrigo Galha (Catch Side). "Round 2", como foi intitulado, foca exatamente nessa nova fase do Zander e registra também o primeiro ensaio e o primeiro show com o novo baixista, Marcelo Adam.

Com mais um clipe lançado - "Dialeto"; com a banda novamente arrumada e com os fãs sedentos por pelo menos mais um EP, o Zander, então, entrou em estúdio em meados de 2010 para gravar o seu primeiro álbum completo. "Brasa" foi lançado, virtualmente, no dia 15 de setembro e no mês de novembro, em forma física (CD), com shows no Rio de Janeiro e São Paulo.

No dia 1 de Março de 2012, os braseiros lançaram o Split CD tão esperado em conjunto com as bandas Plastic Fire, Bullet Bane e Fire Driven chamado "Chumbo" (gravado no Estúdio Superfuzz e distribuido pela Manifesto Discos), onde cada banda tocou duas músicas inéditas e um cover, com uma tour que teve início no Rio de Janeiro, passando por vários lugares do Brasil.

Repleto de frases para serem cantadas em coro nos shows; músicas com pegadas; arranjos bem trabalhados; baixos bem desenhados; baterias pulsantes; guitarras impecáveis; riffs inspiradores e Bil com uma das suas melhores performances nos vocais, o disco foi bem recebido pela crítica e pelos seus fãs, fazendo assim com que o único receio que possa surgir seja em relação ao futuro da banda. Porém, se tudo for conforme Bil espera, o Zander tem todas as características para uma boa progressão. Certa vez ele declarou que a banda é uma continuidade do trabalho, mas que espera que o ciclo "termina um, vem outro" acabe por aí.

Editar esta wiki

Não quer ver os anúncios? Assine agora

API Calls