Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Wiki

Xis diz querer carregar a bandeira do profissionalismo no rap brasileiro. A tirar por seu último disco, ao menos em termos de "valores de produção", ele mesmo já chegou lá. Fortificando…, segundo CD solo do paulistano, impressiona pela variedade sonora e pela solidez dos grooves e arranjos. E também pela clara vontade do artista de não se render ao previsível. Mesmo instalado em uma grande gravadora, Xis se recusou a fazer o óbvio - não há uma nova Us Mano, as Mina, não há nenhum dos figurões do pop/MPB com quem o rapper confraternizou, não há refrões grudentos ou samples manjados. Há sim um som de personalidade, que foge dos estereótipos do hip hop paulistano - e soando pesado e cru, mas sem perder de todo o potencial pop. É arriscado, já que trata-se mais de um álbum para iniciados e fãs do que para quem não topa a barra mais pesada e menos comercial do rap paulistano. O que azeda eventualmente são as letras, repletas de palavrões às vezes gratuitos e um certo sexismo incompatível com a desenvoltura do rapper.
O ecletismo do resultado final é uma ótima surpresa. Xis incorpora latinidades (na faixa-título, gravada em Havana) com a mesma facilidade com que bordeja regionalidades (na ótima Chapa o Coco) e reprocessa batidas malemolentes (Sonho Meu). Via de regra, o pau come, tanto nas letras quanto no som. Até as músicas supostamente "leves" (como Tudo por Você Também) são contundentes. O rapper não descuidou da criatividade nem mesmo nas vinhetas, como Pa King Riscá, que respira um quê de soul music.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls