Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar
Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Dentro de casa que surgiu a inspiração para Vitinho dar seus primeiros passos na música. Nascido em Valença, município localizado no sul do estado do Rio de Janeiro, o cantor e compositor teve como primeira referência musical seu pai, o Mello. Vitinho gostava de acompanhar as apresentações do grupo em um bar da cidade e, naturalmente, foi crescendo no ambiente que escolheria para sua vida profissional. Por volta dos 11 anos de idade, Victor Gobbi de Mello começou a aprender teclado, sem imaginar que um dia se tornaria cantor.

O tempo passou, Vitinho foi integrante de grupo regional e com o fim do grupo, apareceram shows em barzinhos e uma parceria com o amigo Léo Vinícius. Nesse periodo, fazia voz guia para um compositor amigo, também de sua cidade, o Douglas Lacerda, que tem músicas gravadas por nomes como Belo, Dilsinho, Sorriso Maroto e muitos outros, resultando em um convite para cantar no grupo Disfarce, que já tocava muito nas rádios na época.

Em 2008, surgiu o primeiro sucesso com o Disfarce a música “22 Minutos”. O talento de Vitinho também está registrado no repertório de outros artistas que gravaram suas composições, Pique Novo, Exaltasamba, Sociedade do Samba, Sam Alves e Pedro Lima (The Voice Brasil), destaque para as canções “Não Há Limites” e “Quem Muito Quer Nada Tem”, gravadas pelo grupo Tá na Mente. Inspiração para compor não falta. Seu lado forte é falar de amor, das coisas do coração.

A proposta para viajar para a capital do Rio e começar a cantar profissionalmente foi decisiva em sua vida, para a alegria dos inúmeros fãs hoje em dia. A projeção conquistada com o Disfarce foi um grande aprendizado para Vitinho. Devido a algumas divergências, o grupo acabou, na sequência foi criado o grupo 22 Minutos. Mais um passo até a carreira solo, iniciada em 2015.

Já na carreira solo despontou com a faixa “Traição”, composta por Rafa Brito, Pedro Felipe e Prateado. A música alcançou grande público na internet, e veio primeiro da galera do Rio Grande do Sul. Região que o abraçou e lhe proporcionou shows lotados por lá, logo após expandiu seus shows a outros locais. Em seu primeiro DVD intitulado “Entre Amigos” gravado em 2017, teve destaque a música “Deixa Eu Te Tocar”, da compositora Gabi de Paula, já com mais de 40 milhões de acessos no YouTube, foi gravada com a participação do cantor Ferrugem, de quem Vitinho se tornou grande amigo.

Aos 30 anos, casado, com planos de ter filhos, Vitinho não esquece a emoção que sentiu ao ouvir sua música tocando no rádio pela primeira vez. “Vítinho se vê realizado por ter a oportunidade de cantar com seus ídolos Péricles e de Liomar. Com a agenda lotada de shows Vitinho afirma: “Tô vivendo um momento que eu sempre quis na minha vida, mesmo com uma rotina de shows intensa, tendo que ficar por diversas vezes longe da família, só tenho a agradecer a Deus”.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

Artistas parecidos

Features

API Calls