Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    30 Maio 1964 (idade 52)

  • Local de nascimento

    Manhattan, New York, New York, Estados Unidos

Tom Morello nasceu em 1964 em Nova York. Sua mãe é a membro-fundadora do grupo "Parents for Rock & Rap" (Pais pelo Rock & Rap), organização anti-censura. Seu pai era membro do "Exército de Guerrilha Mau Mau", que libertou o Kenya do comando britânico.

Sobre a política, tudo "começou desde o primeiro minuto em que você tem pele marrom e uma caminha para brincar num parquinho inter-racial", afirma. Na pré-escola havia uma pequena menina branca que sempre o chamava de "negrinho" e outras palavras racistas. Então ele contou à sua mãe, que lhe explicou sobre Malcom X e coisas mais. No outro dia, a garota voltou a discriminá-lo, e ele respondeu: "cala a boca, branquela!", acompanhado de um soco na cara dela.

Morello morou em Libertyville (subúrbio em Illinois) durante a maior parte de sua vida. No segundo grau ele jogava Dungeons and Dragons (um jogo de RPG), participava do clube de teatro e lia sobre política marxista.

É engraçado a maneira de como ele conheceu a guitarra. Ele escutou uma música do KISS e teve vontade de tocá-la. Pagou 5 dólares para um cara ensiná-lo, mas a primeira coisa que este cara o ensinou foi regular a guitarra. Ele voltou na próxima semana, deu mais 5 dólares, e o cara lhe ensinou a escala C. Depois dessa primeira dificuldade, ele ficou muito tempo sem tocar. No entanto, um belo dia Morello ouviu Sex Pistols e pensou que ele poderia expressar seus sentimentos e idéias políticas também através de uma guitarra, e então aprendeu a tocar de verdade.

Tom foi para Harvard, e se graduou com honras em Sociologia. Durante a universidade, ele praticava pelo menos de 2 a 4 horas por dia de guitarra. Enquanto seus amigos saíram de Harvard para serem médicos e advogados, ele foi para Los Angeles, considerado o lugar para quem queria rock.

Morello, anos mais tarde, ajudou o Rage Against the Machine a se edificar no mundo, por suas letras politizadas e uma expressiva presença de palco.

A frente do Rage Against the Machine, Tom revolucionou todo e qualquer tipo de música em seu instrumento, a guitarra. Com um equipamento considerado simples, Tom procurava emular sons de DJ e grupos de hip-hop e rap americanos. Seus equipamentos incluiam o pedal Whammy da Digitech, Wah Wah da Dunlop e guitarras que ele mesmo fazia. Diante de tal parafernalha, Tom expressava sua infinita criatividade nesses equipamentos, criando assim uma marca própria e única no mundo da música.

Após o término do Rage Against the Machine com a saída de Zack de la Rocha, a banda começa a tocar com Chris Cornell, ex-vocalista da banda grunge Soundgarden, trocando o nome do grupo para Audioslave e sendo entitulado como super-grupo.

Depois de 7 anos de estrada e 3 discos gravados, o Rage Against the Machine volta para fazer 3 shows nos EUA. Segundo Morello, atualmente a necessidade do país acordar para o problema da guerra é grande, e por isso, a banda vai fazer esses shows para alertar os americanos sobre os problemas. Semanas depois, Cornell anuncia a sua saida da banda, e ao que tudo indica que a volta do Rage Against the Machine é mais concreta.

Morello tem uma ONG com Serj Tankian, vocalista do System of a Down, chamada Axis of Justice e um projeto paralelo entitulado The Nightwatchman, onde ele mesmo toca e canta.

Editar esta wiki

Não quer ver os anúncios? Assine agora

API Calls