Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Matthew and the Atlas é uma banda de folk rock britânica, fundada pelo cantor e compositor Matthew Hegarty. Vindo de Aldershot no distrito de Rushmoor, Hampshire, Inglaterra, Hegarty aprendeu sozinho a tocar violão aos 15 anos de idade, e logo se juntou a uma banda de rock alternativo. Matthew estava escrevendo músicas desde o início, mas começou a levar o processo mais a sério quando descobriu o trabalho de cantores/compositores como Bob Dylan, Nick Drake e Jeff Buckley, além de artistas contemporâneos como Iron & Wine e Sufjan Stevens. Movendo-se em uma direção mais , Matthew pegou o violão e o banjo e começou a tocar em shows acústicos solo. Enquanto tocava em um show em Woking, ele conheceu os músicos que reservaram o programa, a pianista Lindsay West e o multi-instrumentista Dave Millar, e com eles criou a primeira formação do Matthew and the Atlas. A formação em constante mudança do grupo tornou-se regular no Notting Hill Arts Club, em Londres, e eles foram reconhecidos como parte do novo movimento no Reino Unido.

Depois que Matthew lançou independente o Scavengers EP, um EP de 2009 gravado em sua casa, o grupo se tornou um dos primeiros artistas a assinar com a Communion Records, uma gravadora co-fundada por Ben Lovett do Mumford & Sons. O EP de quatro músicas To the North foi o segundo lançamento da Communion. Graças em parte à turnê com o Mumford & Sons como seu ato de abertura, Matthew and the Atlas logo desenvolveu seguidores, e outro EP, Kingdom of Your Own, foi lançado antes de 2010 acabar. Em 2014, Matthew and the Atlas lançou seu primeiro álbum, Other Rivers, no qual o grupo mostrou um estilo de produção mais polido e uso de teclados e percussão eletrônica. Para Temple de 2016, Matthew e seus colaboradores viajaram para Nashville, onde gravaram com membros do grupo Foreign Fields. Nesse mesmo ano, o grupo também lançou uma versão variante do álbum, Temple (Unplugged), que incluiu versões acústicas das mesmas 11 músicas. A essa altura, Matthew and the Atlas havia se estabelecido com uma formação estável, com Matthew acompanhado por Alex Roberts (violão), Tommy Heap (baixo e teclados), James Drohan (bateria) e Emma Gatrill (harpa).

Editar esta wiki

API Calls