Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    15 Abril 1978 (idade 40)

Luis Fonsi, nome artístico de Luis Alfonso Rodríguez López-Cepero, nasceu em Porto Rico no ano de 1978. Aos 10 anos de idade sua família se mudou para Orlando, Flórida.
Eclético, suas maiores influências são Stevie Wonder, Marc Anthony, Michael Jackson e Luis Miguel. Mesmo morando nos EUA, Luis Fonsi sempre preferiu cantar em espanhol e foi assim que conseguiu assinar contrato com a gravadora Universal, que em 1998 lançou seu primeiro álbum, "Comenzaré". Desde então Luis Fonsi é uma das grandes estrelas da música latina, vendendo milhões de discos e conquistando milhares de fãs.

Com seu mega-hit global "Despacito" (lançado em janeiro de 2017), que conta com a participação de Daddy Yankee, alcançou fama mundial. Para além de "One Sweet Day", de Mariah com Boyz II Men, "Despacito" é o único tema da história da Billboard Hot 100 a permanecer 16 semanas no nº 1 da mesma parada, sendo essas duas canções a recordistas de mais semanas no topo da Hot 100. Pode dizer-se que "Despacito" levou ao grande sucesso global da música latina cantada em espanhol. O videoclipe da versão original de "Despacito" foi o primeiro vídeo a atingir a marca de 3 bilhões/mil milhões de visualizações no YouTube. À data de dezembro de 2018, a versão original de "Despacito" já contava com mais de 5,7 bilhões/mil milhões de visualizações no YouTube - sendo o vídeo (videoclipe ou não) mais visto da história do site - e mais de 920 milhões de execuções no Spotify. Já, à mesma data, a versão com Justin Bieber contava com mais de 630 milhões de visualizações no YouTube e mais de 1,16 bilhões/mil milhões de reproduções no Spotify. "Despacito" foi um hit tal, que até ganhou uma versão em mandarim, com o cantor singapurense JJ Lin, e em português, com o cantor brasileiro Israel Novaes.

Embora não tão grande como "Despacito", o single seguinte, "Échame La Culpa" (lançado em novembro de 2017), que conta com a participação de Demi Lovato, possui, à data de dezembro de 2018, 1 bilhão e 800 mil/ mil milhões e 800 mil visualizações no YouTube e 500 milhões de reproduções no Spotify. A "Échame La Culpa", seguiram-se "Calypso" (junho de 2018), que conta com a participação da rapper inglesa Stefflon Don e "Imposible" (outubro de 2018), em que participa o cantor porto-riquenho Ozuna.

Esta onda de sucesso levou Fonsi a participar em singles dos seguintes artistas não-latino-americanos: DNCE, Afrojack, Gianluca Vacchi e Clean Bandit. Contudo, já muito antes de "Despacito", Fonsi havia colaborado com artistas não-latinos, como Christina Aguilera (no tema "Si No Te Hubiera Conocido", cantado em espanhol e incluído no único álbum em espanhol da artista americana, ) ou Emma Bunton (no tema "Amazing", incluído no álbum "Free Me", da britânica, lançado em 2004).

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

Links externos

API Calls