Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    18 Julho 1990 (idade 31)

  • Local de nascimento

    São Paulo, São Paulo, Brasil

Linna Pereira, São Paulo, 18 de julho de 1990 - até o momento. Bicha, trans, preta e periférica. Nem ator, nem atriz, atroz. Bailarinx, performer e terrorista de gênero.

Linn é uma atriz, cantora, compositora e ativista social brasileira de funk carioca e pop. Está entre as artistas mais relevantes do cenário musical brasileiro atual. Ascendeu ao reconhecimento utilizando-se do tensionamento e atrito entre verdades, tocando em tabus e desconstruindo estereótipos com o seu estilo mordaz e sarcástico bem particular.

Nascida na periferia da Capital Paulista, numa área pobre da Zona Leste, foi criada no Interior de São Paulo, onde passou a infância e a adolescência nas cidades de Votuporanga e São José do Rio Preto. Foi criada por sua Tia como testemunha de Jeová, se desligando da religião após um tempo e mudou-se para São Paulo se dedicando a arte. Descobriu um câncer nos testículos em 2014, necessitando retirar um deles, enfrentando uma quimioterapia por três anos, alcançando a cura em 2017.

Linn iniciou sua carreira como performer. Sua primeira música autoral, intitulada "Enviadescer", foi lançada em março de 2016 através do Youtube. Com o sucesso da canção, a artista lançou-se na carreira musical através do nome artístico Mc Linn da Quebrada (o prefixo "MC" foi removido algum tempo depois) e, durante o ano de 2016, lançou as canções "Talento", "Bixa Preta" e "Mulher". As canções foram ovacionadas pela crítica e pelo público, levando a artista a embarcar na turnê nacional "Bixarya" durante 2016 e 2017. Embora Linn contasse com apenas quatro músicas de estúdio lançadas, o repertório da turnê trazia cerca de 12 músicas completamente autorais. No mesmo ano, foi homenageada pela cantora Liniker através da faixa "Lina X".

No ano de 2017, a artista lançou um crowdfunding para seu álbum audiovisual de estreia, intitulado "Pajubá", e a campanha acabou superando a meta desejada. Em março, foi convidada especial do programa Amor & Sexo. No mês de junho, participou da faixa "Close Certo", do DJ Boss in Drama. Além disso, no mesmo mês, fora anunciado que Linn estaria no elenco do filme "Corpo Elétrico", que traz em pauta temáticas LGBT. A cantora, além disso, foi uma das protagonistas da coleção "Melissa Meio-Fio", da marca Melissa.

O álbum Pajubá foi bem recebido pela crítica e público. Seus shows atingiram diversos lugares do Brasil e algumas cidades internacionais.

Em 2019, Linn estreou como atriz na série da Rede Globo, Segunda Chamada, interpretando Natasha, aluna do colégio Carolina Maria de Jesus. Nos cinemas, protagoniza o documentário premiado BIXA TRAVESTY, que acompanha a trajetória de Linn e a sua produção artística. É dirigido por Claudia Priscilla e Kiko Goifman. Também apresenta TransMissão juntamente com Jup do Bairro no Canal Brasil.

Atualmente trabalha em seu futuro disco Trava Línguas.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Atualize agora

Artistas parecidos

Atrações em destaque

API Calls