Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Wiki

Born to Die é o segundo álbum de estúdio da artista musical norte-americana Lana Del Rey. O seu lançamento ocorreu em 27 de janeiro de 2012 na Alemanha e na Irlanda e no dia 31 do mesmo mês nos Estados Unidos, através das editoras discográficas Interscope, Polydor e Stranger Records. Com o intuito de divulgar o seu trabalho à indústria fonográfica e estabilizar-se na carreira artística, a cantora gravou um álbum de demonstração intitulado Sirens no ano de 2005, sob o pseudônimo de May Jailer. O projeto e as suas constantes apresentações em shows de talentos renderam-lhe um contrato com a gravadora independente 5 Point Records, com a qual ela lançou o seu disco de estreia epônimo quatro anos mais tarde, que acabou por ser retirado de circulação por a gravadora não poder mais financiar a sua divulgação. Oficializando-se como o responsável por inserir Del Rey no cenário musical internacional, Born to Die foi concebido ao longo de 2010 e 2011, após a cantora fechar o contrato com uma grande editora, e teve as suas gravações concluídas depois que o seu primeiro single, "Video Games", tornou-se um êxito viral na Internet, o que causou um burburinho entre os meios de comunicação em relação à, até então, desconhecida cantora.

Musicalmente, Born to Die possui uma sonoridade voltada aos estilos e , fundindo-os com elementos da música alternativa, do e, ainda, da música pop, enquanto que o seu lirismo retrata uma obscura história de amor vista com olhos esperançosos e aborda temas relacionados a drogas, ao sexo, tragédias e às dificuldades que a artista passou para se tornar uma cantora. Considerado um dos álbuns mais esperados de 2012, foi recebido com análises divergentes pelos críticos musicais, com alguns a elogiar as habilidades vocais de Del Rey e suas melodias. Outros, contudo, alegaram que, embora apresentasse um bom material, o seu lançamento aconteceu de forma precipitada e, eventualmente, talvez tenha prejudicado todas as ideias que ali foram postas. Os resenhistas também notaram que o estilo da cantora lembrava a música dos anos 1950, e que boa parte das letras das canções referia-se a sonhos americanos, direcionadas ao seu ex-namorado. Alguns, ainda, questionaram-se sobre a autenticidade da cantora em sua carreira musical, descrevendo-a como moldada pela indústria pop.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls