Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    11 Outubro 1968 (idade 48)

  • Local de nascimento

    Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Jorge Luis Sant’anna Vercillo, libriano, carioca, nascido em 11 de outubro de 1968 é formado em jornalismo mas nunca chegou a exercer a profissão. Começou na música por incentivo de sua tia Lêda Barbosa aos 16 anos, depois de "desviado" dos treinos de futebol no Flamengo, por uma fita cassete contendo músicas de Djavan.

Iniciou sua carreira artística aos dezesseis anos de idade, tocando em bares e em 1989 no Festival Internacional de Trovadores (INTROVESTCUR), em Curaçau, alcançou o primeiro lugar com a canção "Alegre", de sua autoria, recebendo também o prêmio de melhor intérprete.

Em 1993, gravou seu primeiro CD, "Encontro das águas", lançado em 1994 pela gravadora Continental, e em 1996, lançou o CD "Em Tudo que É Belo".

Em 1997, foi indicado para o Prêmio Sharp na categoria Melhor Cantor Pop.
Em 2000 lançou o CD "Leve", que o lançou ao estrelato através do hit "Final Feliz", gravado em parceria com Djavan. Em 2002, lançou "Elo", cuja vendagem, alavancada pelo sucesso de "Que nem maré", de sua autoria, atingiu o montante de 250.000 cópias vendidas. Em 2003, lança o CD "Livre", que teve como grande hit do ano "Monalisa", que ocupou foi a 17ª música mais tocada do ano no Brasil, de acordo com o site Hot100Brasil. Ainda no ano de 2003, participou da gravação do álbum de Jorge Aragão, "Jorge Aragão Convida - Ao Vivo", cantando junto do poeta do samba sua composição "Encontro das Águas".

Em 2004, Jorge participou da gravação do hino "Fome Zero", ao lado de outros grandes nomes da música popular brasileira. Participou também dos DVDs ao vivo de Ivan Lins e Pepeu Gomes.

Em 2005, lança, no auge da carreira, "Signo de Ar", que apesar de não ter sido muito tocada nas rádios, foi bastante promovida por meio de vários shows no , em especial no Rio de Janeiro.

Em 2006 recebeu o Prêmio Tim de Melhor Cantor, na categoria Voto Popular. No mesmo ano lançou seu primeiro DVD ao vivo, "Jorge Vercilo AO VIVO", com uma coletânea de seus grandes sucessos e diversos parceiros na música.

Recebe em 2007, novamente, o Prêmio TIM na categoria Voto Popular de Melhor Cantor. Realizou o show "Coisa de Jorge" em 23 de abril na praia de Copacabana, que reuniu alguns Jorges da música brasileira (Vercilo, Benjor, Mautner e Aragão) em homenagem a São Jorge. O CD/DVD "Coisa de Jorge" conta com canções inéditas e outros sucessos dos quatro artistas. Em novembro desse mesmo ano, lançou o álbum: “Todos Nós Somos Um”, apostando nos ritmos brasileiros e com uma novidade: Mais um “L” acrescentado ao seu sobrenome, voltando ao original de batismo.

Em 2008 grava o DVD "Trem da minha vida" e concorre ao Grammy Latino com a canção "Ela une todas as coisas", em parceria com Jota Maranhão.
Em 2009 concorre ao Grammy Latino mais uma vez, agora na categoria Melhor Álbum de Música Popular Brasileira, com "Trem da Minha Vida".

No ano de 2010 lança o CD D.N.A. o qual lança indicação Grammy Latino com ''Há de Ser'', em parceria com Milton Nascimento, além de conter outros sucessos como "Me Transformo em Luar'', ''Arco-Íris''.

Em 2011 tem em temas de novela a música ''O Que Eu Não Conheço'' (Ti-Ti-Ti) na voz de Maria Bethania e ''Memória do Prazer'' (Fina Estampa).

Para o segundo semestre do ano, outubro, está previsto o mais novo CD do cantor, intitulado "Como Diria Blavatsky'', tem música de mesmo nome incluída. O disco será lançado pelo seu próprio ''Leve" e terá a regravação da música de sua autoria, que ficou conhecida na voz da duplaChrystian & Ralf, ''Sensível Demais'' e "Memória do Prazer'' (bônus).

Editar esta wiki

Não quer ver os anúncios? Assine agora

Links externos

API Calls