Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Jonathan Larson (4 de Fevereiro, 1960 – 25 de Janeiro, 1996) foi um compositor e dramaturgo vencedor do Tony Award que viveu em Nova York e foi autor de musicais, incluindo Rent e Tick, Tick…Boom!. Esses musicais abordam questões sérias como multiculturalismo, vícios, homofobia e a epidemia de AIDS. Seu objetivo era juntar a Geração X e a Geração MTV com o mundo dos musicais em seu trabalho. Essa missão foi de certa forma alcançada pelo seu Magnus opus Rent, ganhador do Prêmio Pulitzer de Drama e quatro Tony Awards.
Jonathan Larson nasceu no Westchester County numa família judia. Ele foi exposto às artes cênicas, em especial música e teatro, desde muito novo, tocando trombeta e tuba, se envolvendo no coral da escola e tendo aulas de piano. Suas influências musicais foram Elton John, The Who e Billy Joel, assim como os compositores clássicos de musicais, especialmente Stephen Sondheim. Larson também se envolveu em atuação no colegial, atuando como ator principal em várias produções no White Plains High School.
Larson prestou a Adelphi University em Garden City, Nova York, com uma bolsa escolar de quatro anos como ator, além de apresentar várias peças e musicais. Durante seus anos de faculdade começou a compor músicas, primeiramente para pequenas produções estudantis, chamadas cabarets, e depois para um musical chamado Libro de Buen Amor, escrito pelo chefe de departamento, Jacques Burdick. Burdick foi o mentor de Larson durante seus anos na faculdade.
Após formado, Larson se mudou para um loft sem aquecimento no quinto andar de um prédio na esquina da Greenwich Street com Spring Street, na baixa Manhattan, onde viveu com vários amigos, entre eles Greg Beals, um jornalista da revista Newsweek e irmão da atriz Jennifer Beals. Por cerca de 10 anos Larson trabalhou como garçom no Moondance Diner aos fins de semana e compondo e escrevendo musicais durante a semana. Na lanchonete Larson conheceu Jesse L. Martin, que virou seu discípulo e mais tarde atuou como Tom Collins no elenco original de Rent. Larson e seus amigos viviam em condições difíceis com pouco dinheiro ou posses.
Antes de compor e escrever o musical Rent, sua peça mais popular e conhecida, Jonathan Larson escreveu uma variedade de peças teatrais, com vários graus de sucesso e produção.
Entre seus trabalhos criativos encontramos Sacrimmoralinority, seu primeiro musical que foi co-escrito com David Glenn Armstrong nos seus anos de faculdade. Seguindo a graduação de Jonathan e David em 1982 e renomeado para Saved! – An Immoral Musical on the Moral Majority, o musical foi apresentado por quatro semanas em um pequeno teatro na 42nd Street em Manhattan e consagrou a ambos autores um prêmio da ASCAP.
Entre 1983 e 1990 Larson escreveu Superbia, originalmente planejado como uma versão rock futurista do livro 1984 de George Orwell, apesar de ter sido negada a ele a permissão de adaptar o romance. Superbia ganhou o Richard Rodgers Production Award e o Richard Rodgers Development Grant. No entanto, apesar das performances no Playwrights Horizons, Superbia não foi completamente produzida, levando Larson à decepção.
Seu próximo trabalho, completo em 1991, foi um “monólogo de rock” chamado 30/90, que mais tarde foi renomeado para “Boho Days” e finalmente intitulado tick, tick… BOOM!. Essa peça, escrita somente para Larson com um piano e uma banda de rock, era para ser uma resposta aos seus sentimentos de rejeição causados pela decepção de Superbia. O show foi produzido pela amiga de Larson, Victoria Leacock, no Village Gate e no Second Stage Theater, em Greenwich Village e Upper West Side, respectivamente. O produtor Jeffrey Seller viu uma leitura de Boho Days e expressou interesse em produzir os musicais de Larson.
Durante a faculdade Larson teve contato com sua maior influência teatral, Stephen Sondheim, para quem ocasionalmente enviava seus trabalhos. Sondheim freqüentemente escrevia cartas de recomendação de Larson para vários produtores. Larson, mais tarde, ganhou o Stephen Sondheim Award.
Além de suas três grandes peças musicais escritas antes de Rent, Larson também escreveu músicas para J.P. Morgan Saves the Nation, músicas para Sesame Street, etc.
O dramaturgo Billy Aronson teve a idéia de escrever um musical atualizado de La Bohème em 1988. Ele queria criar um musical baseado na La Bohème de Giacomo Puccini, no qual o esplendor do mundo de Puccini seria substituído pelo barulho da moderna Nova York. Em 1989, Aronson falou com Ira Weitzman sobre sua idéia, pedindo sugestões de colaboradores, e Weitzman colocou Larson junto com Aronson para colaborarem nesse novo projeto. Larson criou o título e sugeriu mudar o ambiente de Upper West Side para Downtown, onde Larson e seus amigos viveram em um apartamento acabado.
Por um tempo ele e seus amigos mantiveram um forno a lenha ilegal, devido à ausência de aquecimento no prédio. Ele também namorou uma dançarina por quatro anos, que às vezes o deixava por outros homens e que eventualmente o trocou por uma mulher – essas experiências iriam influenciar o aspecto autobiográfico de Rent. Larson queria escrever sobre sua própria experiência e, em 1991, perguntou a Billy se poderia usar o conceito original que eles haviam elaborado e fazer de Rent seu musical. Eles combinaram que se o show fosse para Broadway Aronson iria dividir os lucros. Eventualmente eles decidiram fazer o musical não em SoHo, onde Larson viveu, mas em Alphabet City na East Village.
A versão de Rent que hoje é conhecida mundialmente foi resultado de anos de processo de edição e colaboração entre Larson e os produtores e diretores, e não foi apresentada publicamente antes da morte de Larson. Larson morreu de aneurisma cerebral na manhã de 25 de Janeiro de 1996, um dia antes da estréia da peça.
O show estreou aquela noite, como combinado. Os pais de Larson deram suas bênçãos para começarem o show. Devido à morte de Larson no dia antes da noite de estréia, os atores cantaram “Seasons of Love” como abertura em homenagem à sua memória. O elenco havia combinado antes que devido à tragédia eles apenas cantariam as músicas sentados nas três mesas alinhadas no palco. No entanto, na hora que o show chegou na sua música La Vie Boheme, o elenco não pode mais se conter e fez o show como era para ser feito.
Rent foi apresentado no período previsto para platéias lotadas e foi continuamente prolongado. Finalmente foi feita a decisão de mover o show para Broadway, onde estreou no Nederlander Theatre no dia 29 de abril de 1996.
Por seu trabalho em Rent, Larson foi premiado com o Prêmio Pulitzer de Drama, três Tony Awards, três Drama Desks, o New York Drama Critics Circle Award para melhor Musical, o Outer Critics Circle Award para melhor Musical na categoria Off-Broadway e três Obie Awards.
Rent foi continuamente apresentado na Broadway no Nederlander Theater por mais de dez anos, e em 7 de janeiro de 2007 a produção original havia apresentado 4,449 vezes, se tornando o sétimo show mais apresentado na historia da Broadway. Adicionalmente, Rent teve uma tour pelos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália, China, Singapura, México, Alemanha e pela Europa, assim como em outras localidades.

Editar esta wiki

Não quer ver os anúncios? Assine agora

API Calls