Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    14 Dezembro 1946

  • Data de falecimento

    3 Agosto 1983 (idade 36)

Andando pelas ruas de Nova York no início dos anos 70, época da disco music, era possível encontrar pôsteres espalhados em ônibus e por toda a cidade com a imagem de Jobriath, com o peito à mostra e estilo único. Bruce Wayne Campbell, o nome que recebeu quando veio ao mundo em 1946, sempre foi considerado uma criança de talento. Começou a tocar piano desde cedo e chegou a participar de alguns concertos com a Philadelphia Orchestra.

Considerado o primeiro pop star assumidamente gay de que se tem notícia, Jobriath lançou seu primeiro álbum em 1973, compondo suas próprias músicas e roubando a atenção do público, arrasando na performance e no figurino. Inspirado no estilo andrógino de David Bowie, ele usava roupas coladas ao corpo, tudo muito colorido e cheio de purpurina. E foram nas suas músicas que ele começou a expressar a sua sexualidade, como se vê na letra da música "Blow Away": "Eu não tenho permissão para chorar, mas eu preciso chorar para me manter vivo (…) Mas preciso chorar para ser livre. Explodir, explodir. É tão gay explodir".

Segundo a descrição de Hayden Wayne, tecladista da banda e amigo de Jobriath, ele era simplesmente uma rainha, uma diva da época. Mas apesar disso, não tinha a intenção de mudar o seu corpo masculino para parecer ou ser uma mulher. Ele era extremamente talentoso e com uma voz à frente do seu tempo. A sua banda era formada por héteros, mas sempre seguiu a onda glamour de Jobriath no figurino.

Logo, a sexualidade do músico começou a criar os primeiros problemas para a sua carreira. Ele se declarava como a "True Fairy of Rock n' Roll", algo como a fadinha do Rock n’ Roll, o que causou bastante polêmica numa época careta, em que a sexualidade das pessoas não era discutida de forma aberta. Infelizmente, ser assumidamente gay repercutiu de forma negativa para Jobriath e ele foi proibido de tocar em algumas cidades mais "cabeça fechada" como Detroit, Cleveland e Cincinnati. A maioria da população desses lugares era extremamente homofóbica.

O disco de estréia, que leva seu nome, apesar das estratégias de marketing e do glamour, vendeu pouco. No segundo álbum, "Creatures of the Street", ele continuou a falar abertamente de sua sexualidade nas canções e o trabalho também não foi nenhum fenômeno de vendas. A era do Glam já estava acabando. As pessoas já não tinham mais interesse. Jobriath e sua banda ainda chegaram a fazer uma breve turnê pelos Estados Unidos, mas não alcançaram sucesso. Em 1974, o Glam Rock saiu "oficialmente" de moda.

Foi então que Jobriath decidiu mudar de nome e investir na carreira solo. Depois de passar a ser conhecido como Cole Berlin, adotou um novo estilo: o cabaret. Tornou-se o pianista oficial do famoso restaurante Convent Gardens. A idéia não se revelou promissora e ele terminou sua carreira tocando em bares e festas. Ele ainda chegou a participar de alguns musicais como "Popstar", mas a carreira tinha entrado de vez em declínio. Justo nesse período difícil, Jobriath descobriu que tinha contraído o vírus da AIDS. A doença tirou a vida do astro em agosto de 1983.

Em novembro de 2004, o cantor inglês Morrissey, fã confesso do trabalho de Jobriath, decidiu relançar o primeiro álbum do artista. Ele entrou em contato com Neil Tennant, do Pet Shop Boys, outro admirador do glam singer. Juntos, remasterizaram o primeiro LP de Jobriath e lançaram o CD oficialmente no Japão em 2007.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls