Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    6 Setembro 1987 (idade 31)

  • Local de nascimento

    Pará, Brasil

Jaime Melo Maciel Júnior, mais conhecido pelo nome artístico Jaloo, é um cantor e compositor e produtor musical brasileiro, considerado uma das grandes surpresas e uma das apostas da música indie brasileira. Jaloo é originário de Castanhal (interior do Pará). Com 25 anos ele veio mostrando seu som que ele dá um nome de Sci-fi brega, uma mistura de Tecnobrega com electro 8-bit e ritmos latinos, levando como principal referência do trabalho a periferia, seja ela de Belém, do Brasil ou do mundo. A essência do seu trabalho é a mistura, a brincadeira com a música dos guetos da África, dos morros cariocas, dos clubes europeus, artistas experimentais e principalmente da música para se dançar que é feita nas baixadas da capital do Pará: o Tecnobrega, um hibridismo pós-moderno que por si só já é uma mistura de música brega com música eletrônica, onde elementos tecnológicos e o do it yourself são regras básicas. Um estilo musical nascido na periferia de Belém que é hoje o que há de mais vanguardista na música brasileira. Provido de uma abordagem e concepção própria quando se trata de audiovisual que faz destacar a sua singularidade.

De Castanhal para o mundo. Há quatro anos, Jaloo - como o paraense Jaime Melo é conhecido no universo dos festivais independentes, moda e design - vem exercitando seu lado musical com uma série de versões únicas para hits, sejam eles covers, remixes ou mashups. Ele já juntou Flora Matos com MIA, fez o hit “Wreckin Ball” (Miley Cyrus) virar Bai Bai, regravou Baby (um clássico na voz de Gal Costa) e na sua lista de remixes (não autorizados, diga-se) tem Beyoncé, Donna Summer, Grace Jones, Robyn, Amy Winehouse e até mesmo, esse oficial, Lucas Santtana.

Com lançamento do EP “Insight”, Jaloo faz sua despedida do caminhar sozinho no meio musical para ganhar a direção artística de Carlos Eduardo Miranda. São três músicas autorais unificando a influência do tecnobrega com o pop atual, um toque das novas divas do R&B e muita eletrônica de vanguarda e uma cover (Oblivion, de sua musa Grimes, que cobriu a versão de elogios em seu blog), dando um tira-gosto do primeiro disco completamente autoral que está programado para o início do ano que vem. Apesar dos nomes em inglês, apenas Downtown e Oblivion, a cover de Grimes, são cantadas no idioma. Pura brincadeira.

https://www.facebook.com/JalooMusic
http://soundcloud.com/jaloo

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

Links externos

API Calls