Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Local de nascimento

    Minas Gerais, Brasil

A aquariana Glaucia Nasser nasceu em Patos de Minas, interior das Geraes, e ainda criança cantava para as visitas e para uma platéia de bonecas. Adolescente, acompanhava os amigos aos ensaios de uma banda. De acompanhante virou crooner, até que um dia uma vocalista não pôde se apresentar e Glaucia cantou no lugar dela. Agradou muito e chamou a atenção de um olheiro da gravadora Ariola que a convidou para fazer um teste. Ela tinha apenas 16 anos e seus pais tinham outros planos para o seu futuro. Diante da empolgação da filha com a música enviaram-na para estudar na Inglaterra. De volta ao Brasil, Glaucia graduou-se em Administração de Empresas, mas voltou ao exterior, em seguida, para cumprir estágio em Marketing Internacional.

Esta ruptura deixou Glaucia Nasser 20 anos longe da música. Durante esse tempo, ela atuou no setor de agronegócios, foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Patos de Minas, criou programas sociais na sua cidade e foi convidada pelo então senador Arlindo Porto a se candidatar, pelo seu partido, à Prefeitura de Patos. Mas, se os negócios e a política iam bem, “a sua alma estava armada e apontada para a cara do sossego”. Já não podia ignorar o desejo de ser plenamente feliz. Foi aí, em 2000, que Glaucia levou um grande susto da vida. O que foi ela não diz, é segredo dela, mas foi algo que lhe mostrou que a vida não é um ensaio. A vida é pra valer.

A partir daí, voltou-se de corpo e alma para a música. Apurou a voz com estudos de interpretação e canto lírico.

Cantou repertórios dos anos 70, sambas, bossas, até encontrar Anísio Dias, que compôs o repertório daquele que seria o seu primeiro e homônimo CD, em 2003. Produção requintada de Renato Motha, nesse disco de estréia a cantora chamou a atenção da crítica no Brasil e no Exterior. A faixa Lábios de Cetim foi selecionada pelo selo novaiorquino Putumayo para compor a coletânea Acoustic Brazil (2005), ao lado dos maiores nomes da nossa MPB. Essa mesma faixa foi também escolhida pelo prestigiado diretor Tom McCarthy para a trilha sonora do filme norte-americano The Visitor, grande sucesso do último Festival de Sundance.

Em 2006 Glaucia lançou seu segundo CD, Bem Demais, produzido por Sérgio de Carvalho. No repertório, canções inéditas de Ivan Lins, Paulinho da Viola, Carlinhos Vergueiro e Isabela Taviani, além de releituras de Gilberto Gil e Pato Fu. Um trabalho bem recebido pela crítica e pelo público, com o qual a cantora e sua banda percorreram o país.

Em 2007, a descoberta do seu talento autoral. As canções cantaroladas na infância e a memória musical do jazz de Ella Fitzgerald e Sarah Vaughan ajudaram Glaucia a compor a sua música, “scateando” improvisos a partir de suas inspirações melódicas. Glaucia acorda procurando seu gravador de mão para registrar scats como “parum derum parum derum parum daiá…” Este lhe rendeu a melodia de Sambista Bom, faixa do novo CD. Assim como o Jazz, que nasceu da música vocal, também a música de Glaucia Nasser nasce da sua voz. “Não posso descartar uma inspiração simplesmente por que não sei tocar um instrumento”, afirma.

Em fevereiro de 2008 lançou A vida num segundo, seu terceiro disco de carreira e primeiro autoral, flertando explicitamente com a MPB e o Pop. Independente, o CD foi produzido por Glaucia em parceria com o violonista e arranjador Luiz Enrique. Apurada e de alma simples Glaucia exige, no palco, virtuosismo de si mesma e da sua banda. Já no camarim, apenas água e duas maçãs.

© Glaucia Nasser 2008. Todos os direitos reservados. créditos do site Créditos do site

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

Links externos

API Calls