Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

  • Data de nascimento

    17 Agosto 1985 (idade 33)

  • Local de nascimento

    São Paulo, Brasil

Leandro Roque de Oliveira (São Paulo, 17 de agosto de 1985), mais conhecido pelo seu nome artístico EMICIDA é um rapper, repórter e produtor musical brasileiro. É considerado uma das maiores revelações do hip hop do Brasil nos últimos anos. O nome "Emicida" é uma fusão das palavras "MC" e "homicida". Por causa de suas constantes vitórias nas batalhas de improvisação, seus amigos começaram a falar que Leandro era um "assassino", e que "matava" os adversários através das rimas. Mais tarde, o rapper criou também uma conotação de sigla para o nome: E.M.I.C.I.D.A (Enquanto Minha Imaginação Compor Insanidades Domino a Arte). As suas apresentações ao vivo são acompanhadas do DJ Nyack nos instrumentais.
A primeira aparição do rapper na mídia - fora as batalhas de improvisação - foi o single Triunfo, acompanhado de um videoclipe com mais de 1 milhão de visualizações em seu canal oficial no YouTube. Emicida lançou seu trabalho de estreia em 2009, uma mixtape de vinte e cinco faixas intitulada Pra Quem Já Mordeu um Cachorro por Comida, Até que Eu Cheguei Longe..., pela gravadora independente
Laboratório Fantasma
. Em fevereiro de 2010, seu segundo trabalho veio em formato de EP com o título Sua Mina Ouve Meu Rép Tamém.... Em 15 de setembro do mesmo ano, foi lançada a também mixtape Emicidio, adjunta a um single homônimo.

EMICIDA fez uma participação especial no Altas Horas, programa de auditório da Rede Globo, onde apresentou as canções E.M.I.C.I.D.A (Adoooro) e Triunfo. Sua presença no programa marcou uma nova era do rap nacional, que antes era conhecida pela mente fechada, com pouca aparição na mídia e críticas para a respectiva emissora. Ingressou no elenco do programa Manos e Minas, da TV Cultura, em abril de 2010, onde se tornou repórter, entrevistando diversas celebridades do mundo musical.
Realizando diversas apresentações pelo Brasil, EMICIDA foi convidado a participar da Virada Cultural de 2010, onde se apresentou junto com Ellen Oléria e foi considerado um dos destaques do evento, junto a Mallu Magalhães. Em outro festival no mesmo ano, o Coquetel Molotov, o rapper também foi considerado como uma das principais atrações do evento.
A banda Cine convidou o rapper para fazer uma participação na gravação de um DVD - o que seria um fato inédito com relação aos dois tipos de estilos musicais - mas acabou recusando para trabalhar em sua segunda mixtape. Pouco tempo depois, surgiu um outro contato de uma banda do mesmo estilo, agora porém, com disponibilidade, ele aceitou. Juntamente com rappers como Kamau, Rincon Sapiência, Rappin' Hood, Negra Li e Aggro Santos, Emicida fez uma participação no novo álbum de NX Zero, chamado Projeto Paralelo. EMICIDA cantou Só Rezo 0.2 junto com o norte-americano Yo Yo, música que foi acompanhada de um videoclipe.

Álbuns de estúdio
O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui (2013)
Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa… (2015)

Mixtapes
Pra Quem já mordeu Cachorro por Comida Até que Eu Cheguei Longe (2009)
Emícidio (2010)

EPs
Sua Mina Ouve meu Rep Tamém (2010)
Doozicabraba e a Revolução Silenciosa (2011)
Rdio Sessions (2015)

Ao Vivo
3 Temores in Concert: Ao Vivo no Estúdio Emme c/ Rashid e Projota (2012)
Criolo & Emicida Ao Vivo (2013)
Rdio Sessions (2015)
10 Anos de Triunfo (2018)

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

Links externos

API Calls