Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Wiki

A Rush of Blood to the Head é o segundo álbum de estúdio da banda britânica de rock alternativo Coldplay. Lançado em 26 de agosto de 2002 pela gravadora Parlophone no Reino Unido, o álbum foi produzido pela banda e pelo produtor musical britânico Ken Nelson.

A gravação começou logo depois que a banda se tornou popular na Europa e no exterior, depois do lançamento de seu álbum de estreia, Parachutes. Uma das influências para as composições, como Politik, se deve aos ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, que ocorreram uma semana antes de começarem a gravar. As canções do álbum tem um maior uso de piano e de guitarra do que seu antecessor.

O álbum estreou com um enorme sucesso comercial, um padrão contínuo, que começou em Parachutes, que fez do Coldplay ser uma das bandas com maiores vendas no mundo. Atingiu o topo das paradas no Reino Unido e, posteriormente, se posicionou na posição número sete nos 20 álbuns mais vendidos do país no século XXI. A British Phonographic Industry desde então, certificou o álbum como oito vezes disco de Platina por suas vendas acumuladas de mais de 2,6 milhões de unidades na Grã-Bretanha e 15 milhões em todo o mundo. O álbum gerou os singles "In My Place", "The Scientist", "Clocks" e "God Put a Smile upon Your Face".

A arte da capa de A Rush of Blood to the Head foi concebida pelo fotógrafo Sølve Sundsbø. Sundsbø havia sido contratado pela revista de moda Dazed & Confused na década de 1990 para produzir algo com uma "sensação tecnológica, com todos os fundos brancos". Como artista, ele tentou fazer "coisas que não tenham sido feitas antes, o que era praticamente impossível"; ele sugeriu tirar fotos usando uma tridimensão de máquina de digitalização.

A Rush of Blood to the Head foi muito elogiado pelos críticos. Venceu o Grammy de 2003 como Melhor Álbum de Música Alternativa pela segunda vez consecutiva, e no Grammy de 2004 na categoria Gravação do Ano pela canção "Clocks". Em 2003, conseguiu atingir a posição de número 473 pela revista Rolling Stone nos 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls