Reproduzindo via Spotify Reproduzindo via YouTube
Saltar para vídeo do YouTube

Carregando o player...

Scrobble do Spotify?

Conecte a conta do Spotify à conta da Last.fm e faça o scrobble de tudo o que você ouve, seja em qualquer app para Spotify, dispositivo ou plataforma.

Conectar ao Spotify

Descartar

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Nascido Allan Melo da Silva, mais conhecido como Chilleno, o cantor carioca virou artista por causa do Rei do Pop. “Desde moleque, sempre quis cantar por causa do Michael Jackson. Eu jurava que queria ser o Michael Jackson brasileiro (risos)! Mas nunca vou chegar aos pés dele, né? Só que eu jurava”, brinca.

Para chegar ao nível de seu ídolo, ele fez uma listinha do que precisava aprender: cantar, dançar e produzir. “Como meus pais não podiam me bancar, resolvi aprender tudo sozinho na internet”, relembra. E deu certo!

Pegou rapidamente os passos do Rei do Pop e virou cover dele. Começou a ficar conhecido por causa disso e foi trabalhar como professor de dança em uma academia. Nessa época, chegou a ganhar o concurso “Se Vira nos 30”, no “Domingão do Faustão”.

Por ajuda do destino, na academia, conheceu Buchecha, que malhava no local. “Fizemos amizade e virei dançarino dele. Depois fui coreógrafo e diretor de videoclipe, com base no que tinha aprendido sozinho”, diz.

O sucesso de seu trabalho deu origem a convites para trabalhar com nomes do funk, como Latino e MC Koringa. Mas isso não lhe completava. “Há quatro anos, vi que estava fazendo para outros artistas o que queria pra mim. Não podia deixar meu sonho de lado”.

A letra de “Ela vai causar” foi composta pelo próprio em parceria com dois amigos e a inspiração aconteceu em uma noitada. “Estava na parte de cima de uma boate em São Paulo e tinha uma menina na parte inferior. Fiquei percebendo seu comportamento e a música fala desse dia”, conta.

“Ela estava linda e dava esnobada em vários. Mulher é fogo, provoca e depois diz que não quer”, diverte-se o cantor, que, em julho, lançará um EP com sete músicas, entre elas, uma composta com Buchecha.

Questionado se seu som não é mais pop do funk, o artista se defende. “O funk é pop, popular. Tento misturar um pouco, até mesmo com música eletrônica, mas sou funkeiro”, afirma.

E o apelido Chilleno, de onde surgiu? “Sou moreno e, na juventude, tinha um cabelão liso. Uma vez participei de um concurso de covers e entrei várias vezes no palco. O pai de uma amiga que não me conhecia perguntou quem era aquele chileno que aparecia toda hora (risos).

Acabou pegando! Coloquei com dois ‘L’ porque desse jeito não tem erro… Só eu mesmo”, encerra, bem-humorado.

Editar esta wiki

Não quer ver anúncios? Assine agora

API Calls