Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Ferrugem - Lyrics

É crime, é crasso, é o degelo
É o monstro glaciar
É torpe, é corte de cabelo
E de árvore milenar

É pouco, é tanto, é meio termo
É chumbo por faltar
É a rima pobre
É o pintor da Yourcenar

Eu sei
Que o tempo aqui já só me traz refém
E o que eu sou nem sei

Mas sei
Que a traça aguarda
O que eu para aqui acumulei
E o que tenho vai ganhar ferrugem

É crise, é carne, é o desterro
É tudo a apostatar
É pau, é pedra, é o novo preto
É o rock impopular

É lei, é grei, é o cinzento
É gado a remontar
É o futuro antigo
Tremor a ser vulgar

Eu sei
Que a vida é mera sombra do que vem
E o que eu sei nem sou

Mas sei
Que a traça atraca-se
Onde eu cria ser alguém
E o que resta já se enferrujou

Mais nada, eu herdo uma coroa
Mais nada, herdo uma coroa
Mais nada, e herdo uma coroa
Mais nada, e herdo uma coroa

Eu sei
Que o tempo aqui já só me traz refém
E o que eu sou nem sei

Mas sei
Que a traça aguarda
O que eu pra aqui acumulei
E o que tenho vai ganhar ferrugem

Writer(s): samuel úria

Don't want to see ads? Subscribe now

API Calls