Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Luta - Lyrics

Devaneio: Poeira alta só exita o receio.
Leio, visito e creio. Olho pra baixo e tô no meio.
Lato, gorfo e gorjeio, algemado ao social no que alguns chamam de acaso.
Conforme a esquerda interveio vi.

Pensei sem sentir, sinto sem pensar, sem querer...
Já que é impossível de despistar a 'novela'.
Quase real, mil cores e sabores... Prove.
Mas publicamente ignore os odores.

Até ver na pupila a mágoa de cada alma,
Não se conter na carcaça e ter que manter a calma.
Sanatório ou monte... Meu peito é o campo de batalha, 'jão'.
Quem bem interpreta o profeta pagão?

Anseando a redenção na pseudo realidade,
E sequela tentar não morar com o coração nela.
Acordei e ainda tô deitado, amando quem tá dormindo,
Me sujando, me omitindo, apegado ao 'estar semeando'.

Incumbência é outra fita... Túnicas nem sandálias a mais.
Proverá! Já provê, não cessarei jamais.
Astúcia em cena, toma a algema. Mais uma queda, não tema.
Noção no chão... E a minha aversão é o dilema?

Edema. Carne viva a mazela da alma torta.
Só exponho... E me culpa memo se te conforta.

E assim se vê num velho rio, mais profundo e mais vazio.
No mesmo nada, cruz e espada, a caneta e a pena alada.
Tinta é o sangue da nação. Descaso nosso.
Estre suor, amor, apego... O nosso coração.

Força do acaso, atraso. Onde o eterno se faz mortal.
Mais real que a realidade. A condição desce a verdade.
Se o tratar é paranormal, umbral pro estado céu.
Véu que o emocional não suplanta, se planta ou não planta é réu.

Odores do fél, sabores do mal, onde é know how
Ter que considerar maldade e redenção condicional.

Don't want to see ads? Subscribe now

API Calls