Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Brado Retumbante (Direto e Reto Mix) - Lyrics

Misturaram raiva com gasolina
Jogaram querosena na adrenalina
Cenário de revolta civil... Explodiu

Vitória pra quem acordou agora
E vida longa pra quem nunca dormiu
Viu tamo junto no foco
Ganhando as ruas como se fosse um bloco gigante
Mas sem batucada
Gente revoltada se sentido mal representada
Puxaram o pino da granada
E agora o bagulho ficou sério
Vozes gritam contra o retrocesso
O grito é coletivo, vem da rua e se reflete no congresso
Mais que vinte centavos é o preço da indignação
Manipulação, corrupção, falta de decoro
O braço armado faz cordão de isolamento
E baixa o coro, olhos lacrimeja
E alguém segura o choro, fudeu
Vai ser assim a cada escândalo
Quem quer que a farra chegue ao fim não é vândalo

O monstro que acorda e sai do posto de otário

Quando percebe que tamo longe

De ter um pais igualitário

O povo unido sem sigla de partido
Independente, coração valente e o orgulho ferido

Com a representação que não representa

Sem representatividade que não se apresenta
A gente enfrenta

Só fica na pista quem aguenta
O corrupto se esconde e da responsa e se ausenta

Nosso partido são corações partidos
A raiva tá inclinada pros verdadeiros bandidos

Esquerda não contemplou, direita ignorou
Acorda, lava a cara que o gigante acordou

E que não durma!
E forme muito mais do que um turma

Uma corrente, Brasil pra frente, tá no cartaz
Tolerância zero pra quem
Faz a guerra e fala de paz

Descobrimos a trama muita grana nessa lama
Formando o negro drama
Pique osama

Que tem gana
Pra detonar quem engana
A rua clama e o povo chama

Se não muda de postura não muda o país
O brado retumbante é nossa raiz
Ninguém dorme, se tá vivo se informe
Vem pra rua reivindicando os seus direitos civis
Os de fé, tamo aqui
Preparar pra invadir
Balançou se não tá firme vai cair
Siga-me
Pra frente
Junte-me
Mais gente
Desafia o nosso
Peito a própria morte
Gigante pela propria natureza
Combate a pobreza não
Combate a concentração de riqueza
Que sufoca o cidadão comum
Quando o ódio dominar
Não vai sobrar nenhum
Ignoraram a nossa opnião
Agora vão ter que aturar a nossa união
Cada um carrega em si sua missão
A pressão continua
Posição de povo que se descobre
O armamento e não recua
Só quando chega os "home" e largando gás
Dispersa a manifestação que era de paz
Distribuindo o cardápio de porrada
Gás lacrimogênio, querosene cacetada
Bala de borracha parte da imprensa esculacha
Desqualificando quem participava da marcha
Gente baixa que se encaixa no
Perfil de quem paga taxa
Tá todo mundo olhando e a rua escracha
Poder público pressionado
Pelo poder popular
O avanço da massa assuta e faz recuar
Questionando e encurralando na parede
Mídia alternativa que compartilha na rede
A falta do progresso

Policia com excesso
Quem responde a processo
Corrupção é regresso

Eh uma cusparada na cara do brasileiro
Que discorda da orgia feita com nosso dinheiro
E a resposta politica: Gás de pimenta
Não aceita critica: Não representa

Quem mentiu: Não representa
Se omitiu: Não representa
Não cumpriu o que prometeu:
Não me representa

Ação truculenta revela o estado crítico
Um pouco de sujeira dentro do jogo político
Muito barulhento como um solo de guitarra
O som da multidão anunciando o fim da farra

Se não muda de postura não muda o país
O brado retumbante é nossa raiz
Ninguém dorme, se tá vivo se informe
Vem pra rua reivindicando os seus direitos civis
Os de fé
Tamo aqui
Preparar
Pra invadir
Balançou se não tá firme vai cair
Siga-me
Pra frente
Junte-me
Mais gente
Desafia o nosso
Peito a própria morte

Don't want to see ads? Subscribe now

API Calls