Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Meros Motivos - Lyrics

Aí Ladrão, Costa Gold Zero Real Marginal, certo?
Sem massagem no filé, cuzão, vai!

É que durante muitos anos eu escolhi fazer essa parada de rap
Eu queria encontrar meu motivo, sentindo pra essas poesia
Sabendo que o verso valia
(?) Essa caligrafia
Enquanto o guardinha dormia(xii)
Aqui é pompéia e nóis não paga simpatia
Atividade noite e dia
Solto o verbo e vou sempre na mesma via
Pra que todo trampo aconteça tem que esquecer de cachaça e vadia
E desde que nascemos temos um objetivo a se honrar
Todos temos um fardo humano e espiritual
A divindade da vida e o poder de respirar
Pode tentar sufocar meu ar, filha da puta!
O tempo é sagrado pra perder na televisão formação de conduta!
Mudou sua própria rotina de vida (?) na gringa
População luta
Nossos comandantes coquetel e fruta
Nosso governo é ridículo
A polícia abusa do poder da farda e a TV não tem conteúdo
Mas função na escuta
Ta na rua é ronda
No céu é pomba então atire e pau no cu dos "perna longa"

Mas é só nessa festa de arromba onde os mais vacilão tomba
Se apavora no combate quando vê a própria sombra
Anda só para desbaratina, predella liga:
"Tá muito embaçado da ponte pra cá e Adonai
vê se faz um favor pro pai
mete o confisco da espada de quem paga de samurai
quando a máscara cai nem tem como evitar
Siga assim, sem motivo, ela acha que eu vou quicar"
E quantos querem clicar
Criticam sua decisão
Em nós eles querem mirar mas não tem a precisão
Pra acertar a porra da mira
Se tem coragem atira
Um homem de bem essas hora quase pira
Delira e vai pra grupo em demanda de opiniões
Por isso eu não perco meu tempo pra não perder minhas razões
Me esquivo, não vou pra grupo
Não caio em alçapões nem desperdiço minha crença
com Falsas orações

Vai, carai
Vem com seu rolo compressor pro ringue
Mas no galeto eu pulo ele de suit
Mexeu com quem tá quieto
Vai segurar o verso
Já que você trabalha em prol do meu regresso
Ao contrário do que cê pensa ou inventa, não me estresse
Cama é gaveta pra quem quer ser muito esperto
Pé de porco na enrustida tá querendo ver meu fim
Sai invejoso da uma arruda aí pra mim
Que eu to zen bem que nem miagy entre sorriso colgate
Biatch, "blaque nait" na night, valeu suave
Toma no cu pra lá, nunca foi visto no bate
Fuma um careta talvez, mas santo só o Daime
Uma oração
Que não seja só audição
Ouvindo música em vão
Sem instrução, pelo Lamentável e altamente sustentável, jão
Em caso de turbulência, máscaras cairão.

Eu desisti de ver TV e fui escrever
Só pra ver
Que diabos ia acontecer
Ouvi falar assim que o rap ia morrer, cê me avisa
Que eu vou na missa de sétimo dia
Mas por enquanto se isso não acontecer eu vou rimando
Mando os emocionado se foder, pra que?
Se o rap é um jogo de cartas marcadas
Eu to aqui pra virar essa mesa, já basta
Tanta mancada que foi dada com os moleque de quebrada
Hoje as balada tão lotada e os MC que nunca ganha nada
Sai dessa vida que isso é pura ilusão
Pagar de Artista e não ter grana pro busão
Cê quer ser rapper?
Como faz vou te explicar:
Não tem que ter estudo, tampouco ter rima
Cê tem só que saber falar
Você fala que rima, fala que manja, fala que sabe cantar
Também fala que é foda, fala que fode, fala que tem que pode e que pá
(Que pode, que pá?)

Que grande merda, né?
Mais um moleque acha que é artista
O Nog rabisca nas rima
E arrisca tinta pela vida
Não acerta
Poder de persuasão igual Helter Skelter
Sequestro nos versos só que de asa delta
Toma selecta e mescla
Sem as gorda, só as esbelta
Desfrutando os previlégios de ser rapper, hã hã
E aí Nog, firmeza?
Deixa eu te adiantar
Minhas letra eu vou passar pro cê brisar
Me passa ae, pode pá
O que cê me escrever e me mandar
Vai ta lá
Eu vou roubar pro meu CD
Se não for no rap eu vou roubar um green card
Pra essa tal Wal Mart
Até tarde sem pause
Jogando Mario Kart suave
Agora se eu virar no RAP
É só roleta russa das musa com gonorréia da platéia
É o rap, tio

Costa Gold, Zero Real, um patrocínio mental
Postura Descomunal, marginal DaMassaCrew
Costa Gold, Zero Real, um patrocínio mental
Postura Descomunal, marginal DaMassaCrew
Zona Oeste, Zona Norte, São Paulo, Brasil
Puta que o pariu

Don't want to see ads? Subscribe now

API Calls