Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Caixa de Pandora - Lyrics

Abrem-se as portas comportas da iniquidade que arde
E as chaves que abrem a esperança sucumbindo atrás das grades
Covarde, maldade esperando a espreita
E por vingança decretou sua pesada sentença
Presença, sem recompensa na abstinência
O amor que sofre a dor, da verdadeira ausência
Sequelas deixadas por escolhas mantidas
Pegadas na estrada de uma alma ferida
Não tememos mais, não sofremos mais, nem importa mais
Uma vez revelado seu segredo jaz,
Pandora a mais bela de todas as donzelas
Seu encanto, seu pranto, seu canto, sua sequela
Ficou contida, inibida, não lhe restou saída
E as cicatrizes que perduram pro resto da vida
Sem permissão sem convicção com o mundo nas mãos
É a guerra entre o bem e o mal na minha versão
Libera a maldade e a esperança atrás das grades
Na sombra da iniquidade descansa os covardes
Mulher ponto aço carrega o fardo mais pesado
A hora de virar o jogo chegou um abraço
Quer fazer da vítima o pecador não senhor,
Abriu o olho e enxergou, se entregou, se elevou
Revirou o baú e abriu pro mundo a verdade
Agora todos sabem de onde vem a pilantragem
Desvendou os segredos mais ocultos guardados
E sangrou mais entendeu seu valor ofuscado
Gritou pro mundo inteiro seu corpo, suas regras
São elas que fazem brotar flores na primavera
Já era, a escama caiu, a culpa não nos serve mais
Opressores de plantão, perderam sua paz
Na caixa de Pandora seus medos, segredos
Pra manter a ordem, a decência e o preconceito
O vento levou e a liberdade cantou
A beleza de Pandora enfim se revelou
O tempo é delas, são flores, são belas
São brutas, são feras, deusas de toda essa terra.

Don't want to see ads? Subscribe now

API Calls