Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Boi de Negro - Lyrics

Afro brasileiro, vindo de além mar
Desembarcou nas senzalas do Brasil colonial
Cultura africana transfigurada em mitos
Nas lendas e histórias se fez o Bumbá meu boi

Ginga boi, de Zulú a Zumbí
Gira boi, afro-parintin
Resistência de um povo Brasil

Ginga boi, de Zulú a Zumbí
Gira boi, afro-parintin
Resistência de um povo Brasil

Maracá, pandeirão, tamborinho
Meu tambor é de fogo, é de onça

Maracá, pandeirão, tamborinho
Meu tambor é de fogo, é de onça

E dança o miolo de baixo do mito popular
Yorubá, Ijexá, é Zabumba, Boi-bumbá, Bumba meu boi
Sangue África na minha dança e na minha festa

Yorubá, Ijexá, é Zabumba, Boi-bumbá, Bumba meu boi
Sangue África na minha dança e na minha festa

É o saber ancestral nascido de ventre África
Parido, plantado, roubado e negado
É o canto, é brado, manifesto
Que tremula o tambor e pulsa regando esse chão
É a festa de cabanos, de terreiro, rua e quintal
É arte, luta, resistência e revolução

Afro brasileiro, vindo de além mar
Desembarcou nas senzalas do Brasil colonial
Cultura africana transfigurada em mitos
Nas lendas e histórias se fez o Bumbá meu boi

Ginga boi, de Zulú a Zumbí
Gira boi, afro-parintin
Resistência de um povo Brasil

Ginga boi, de Zulú a Zumbí
Gira boi, afro-parintin
Resistência de um povo Brasil

Maracá, pandeirão, tamborinho
Meu tambor é de fogo, é de onça

Maracá, pandeirão, tamborinho
Meu tambor é de fogo, é de onça

E dança o miolo de baixo do mito popular
Yorubá, Ijexá, é Zabumba, Boi-bumbá, Bumba meu boi
Sangue África na minha dança e na minha festa

Yorubá, Ijexá, é Zabumba, Boi-bumbá, Bumba meu boi
Sangue África na minha dança e na minha festa

Boi de santo, boi de negro
Boi de cid, brasileiro
O batuque, o gingado
Cantoria, pai Francisco
Gazumbá, catirina

E dança o miolo de baixo do mito popular
Yorubá, Ijexá, é Zabumba, Boi-bumbá, Bumba meu boi
Sangue África na minha dança e na minha festa

Yorubá, Ijexá, é Zabumba, Boi-bumbá, Bumba meu boi
Sangue África na minha dança e na minha festa

Sangue África

Writer(s): franke azevedo, moisés colares, raurison nascimento, ricardo linhares

Don't want to see ads? Subscribe now

API Calls