Playing via Spotify Playing via YouTube
Skip to YouTube video

Loading player…

Scrobble from Spotify?

Connect your Spotify account to your Last.fm account and scrobble everything you listen to, from any Spotify app on any device or platform.

Connect to Spotify

Dismiss

A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Lyrics

Os bicos falam, falam, falam e nada sabem
Só eu sei os desertos que atravessei
Tanto pra que os cotovelos se calem
Preste atenção, somos além da Loucura

Vencemos a fome e a miséria
Todo dinheiro do mundo é pouco
Viramo a noite, viramo o copo
Foi quando virei homem que eu virei o jogo
Sei que é loco sentir que a vitória
Tem gosto amargo de vingança
Pois percebi que minha mente vai
Onde minhas mãos já não mais alcança

Lyrics continue below...

Don't want to see ads? Upgrade Now

Pelo leite das nossas criança óh
Eu subo no palco mil fita, não tamo brincando de canta rap
Em troca de droga, piranha e bebida
Se o som não tem o perfil
Dos evento que nego organiza
Nós invade as rua pesado, bolado
Vendendo CD pelas roda de rima

E se quiser tentar vai, tu pode vir que tem
Fechado com o bonde só sujeito homem
Se bota a cara não sobra ninguém
Nós só tem medo de nós "memo"
Vai vendo deixa eles bate de frente
Que nóis vai ver que é quem

Os bicos falam, falam, falam e nada sabem
Só eu sei os desertos que atravessei
Tanto pra que os cotovelos se calem
Preste atenção, somos além da loucura

Fechado certo pelo certo
Conversa não feita pra jogar fora
Se minha lingua pensar em vacilar
Meu dedo apontar eu ranco eles fora
Passa de farda com marra na praça
Com fuzil pra fora dentro do gol bola
Mas quando criança passou fome em casa
Mas era metido a não comer na escola

Vitória não fosse a jóia, no pescoço de um favelado
Ostentar pra nóis é não tá preocupado
Enquanto as compra passar no mercado
Ovelha negra criada com lobo
Não anda com porco não dá dois papo
Ele não manda só vem mandado
Não comanda só é comandado

Em dezesseis versos eu expulso os demonios perversos
Somos além da loucura dos pelos beat bom (beat bom)
Pra nois o rap é libertador
E se castigos sofri, injustiças eu vi
Os castelos de areia cair
O irmão que me abraçava mentir

E quando a minha cabeça rodar, e algo me incomodar
A angústia e a pobreza me cercam, vou fazer som
Escutando uma na mente do menor
São vários deles vermes que prosperam
Não me tentam, não esperam
O bonde pesadão que brota
Gritando no microfone mais alto
Que a fome perdoa ó pai ausência em casa

Eu jurei no meu nome o senhor me fez homem
O bom patriota espera bem mais de mim
Que só festa, droga e cachaça se foi esse o fim
Do jovem que perde a vida por dinheiro
Eles querem assim, a culpa toda nos ombros dos pobres
Mas nossa peleja é justa e a pesada barreira de todas injurias
Dos inimigo eu cortei a cabeça e continuei na luta

Os bicos falam, falam, falam e nada sabem
Só eu sei os desertos que atravessei
Tanto pra que os cotovelos se calem
Preste atenção, somos além da loucura

Os bicos falam, falam, falam e nada sabem
Só eu sei os desertos que atravessei
Tanto pra que os cotovelos se calem
Preste atenção, somos além da loucura

Don't want to see ads? Upgrade Now

Features

API Calls