Carregando o player...

Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

We’re currently migrating data (including scrobbles) to our new site and to minimise data disruption, we’ve temporarily suspended some functionality. Rest assured, we’re re-activating features one-by-one as soon as each data migration completes. Keep an eye on progress here.

The Runaways foi uma banda de rock de Califórnia, Estados Unidos. Traduzindo ao português, seu nome significa "As fugitivas". A banda tornou-se famosa por ser composta somente por mulheres que tocavam rock and roll, mostrando que não só os homens conseguem fazer rock de qualidade. Entre suas canções mais conhecidas estão Cherry Bomb, Queens of Noise e You Drive Me Wild.

A idéia inicial de criar uma banda só de garotas foi de Kim Fowley, um empresário procurando pelo próximo grande sucesso. Assim ele apresentou a baterista Sandy West à guitarrista Joan Jett. Chamaram ainda a baixista Micki Steele, sem esquecer da compositora da banda Kari Krome. Ao final do ano de 1975 estava formado o grupo de três garotas chamado The Runaways.

Começaram a fazer alguns shows na Califórnia e em 1976 a banda cresceu, entraram a guitarrista solo de dezesseis anos Lita Ford e a cantora principal Cherie Currie. Além disso a baixista Micki Steele deixou a banda, sendo substituída por Peggy Foster, onde ficou por pouquíssimo tempo e depois foi substituída por Jackie Fox, com essas mudanças a banda atingiu grande sucesso. No mesmo ano, assinaram e gravaram pela Mercury Records seu álbum de estréia, entitulado The Runaways do álbum saiu o single Cherry Bomb e a banda saiu em turnê nos EUA, cujos shows costumavam ter ingressos esgotados. Elas também fizeram a abertura de shows de bandas já consagradas como Van Halen.

Em 1977 lançaram seu segundo álbum, chamado Queens of Noise e então começou a turnê mundial. No desembarque em um aeroporto do Japão, tinha tanta gente, que Joan Jett descreveu depois como sendo algo parecido com a Beatlemania. Tiveram muito espaço na TV japonesa, inclusive gravaram o Live in Japan. Ainda no Japão, Jackie Fox deixou a banda. Joan Jett assumiu os baixos temporariamente e ao voltarem, a garota de dezessete anos Vicki Blue, assumiu o contra-baixo.
Então, a cantora Cherie Currie deixou a banda e Joan Jett, que fazia os backing vocals, assumiu o vocal principal. A banda gravou seu terceiro álbum de estúdio, o Waitin' for the Night e começou uma turnê mundial com os Ramones.

Em 1978, desacordos de ordem financeira fizeram as Runaways e Kim Fowley romperem com suas relações empresariais. O grupo contratou um novo empresário, que também trabalhava para o grupo Blondie e Suzi Quatro. Além disso, romperam relações também com a gravadora Mercury. A baixista Vicki Blue deixou o grupo, sendo substituída por Laurie McAllister. Gravaram então seu último álbum And Now… The Runaways.

A banda acabou oficialmente em 1979, haviam muitas críticas da imprensa estadunidense, que não estavam preparados para ver garotas adolescentes com atitude, que escreviam e tocavam as próprias músicas e seus próprios instrumentos. Existiam também os problemas internos de constante troca de integrantes e sub-gênero do rock a ser seguido, Joan Jett, guitarrista base preferia o punk, enquanto Lita Ford tinha preferência pelo heavy metal. A banda acabou, mas deixou a mensagem principal de que mulheres podem fazer rock and roll.

The Runaways influenciou bandas como The Go-Go's, Sahara Hotnights, L7 e The Donnas.

Site oficial: http://therunaways.com/

Atrações em destaque

API Calls