Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Laura Nyro (Laura Nigro, 18 de outubro de 1947) foi uma cantora, compositora e pianista norte-americana de grande importância e influência cuja obra transitou entre o folk, jazz, blues, gospel e soul. Dentre os artistas declaradamente inspirados por ela estão: Joni Mitchell, Melissa Manchester, Rickie Lee Jones, Steely Dan, Todd Rundgren e Elton John. Rundgren afirmou que, assim que a ouviu, "parou de escrever canções como The Who e passou a escrever canções como Laura Nyro".

Laura nasceu no bairro do Bronx, New York. Sua carreira teve uma primeira fase, de grande exposição pública, que compreende seus cinco primeiros discos, sendo o primeiro More Than a New Discovery (1966, relançado depois como The First Songs), os aclamados Eli & The 13th Confession (1968) e New York Tendaberry (1969), Christmas and the Beads of Sweat (1970) e uma parceria com o girl group LaBelle, Gonna Take a Miracle (1971). Várias de suas canções foram sucesso na interpretação de outros artistas, como: Barbra Streisand; The Fifth Dimension; Three Dog Night; Peter, Paul & Mary; e Blood, Sweat & Tears.

Retirou-se de cena por algum tempo, casou com o ex-soldado David Bianchini, separou-se e retornou com Smile (1976), que inicia a segunda fase de sua carreira. Sua recusa em escrever "música comercial" e aparecer na televisão, bem como o seu engajamento em causas como o feminismo, pacifismo, direitos dos povos indígenas e dos animais, afastou-a do público e da crítica, que agora rotulava suas canções como uma espécie de "New Age".

Entre os pontos altos dessa época está a canção Broken Rainbow, que Nyro escreveu para o filme homônimo sobre o massacre dos índios Navajo pelo governo dos EUA. O filme, de 1985, produzido por Maria Florio e Victoria Mudd, ganhou o Oscar de melhor documentário.

Laura Nyro morre em 8 de Abril de 1997, aos 49 anos, na mesma idade e da mesma doença que havia levado sua mãe - câncer de ovário. Deixa sua companheira por 17 anos, a pintora Maria Desiderio, e seu filho Gil Bianchini.

No dia 14 de Abril de 2012, Laura foi indicada ao Rock and Roll Hall of Fame, em apresentação de Bette Midler. Seu filho recebeu a indicação.

Editar esta wiki

API Calls