Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Wiki

"Telephone" é uma canção da cantora norte-americana Lady Gaga, gravada para o seu terceiro extended play (EP) The Fame Monster. Conta com a participação de Beyoncé, e foi composta pelas duas intervenientes em conjunto com LaShawn Daniels, Lazonate Frank e Rodney Jerkins, sendo que este último também esteve a cargo da produção. A sua gravação decorreu durante o ano de 2009 nos Darkchild Studios em Los Angeles, na Califórnia. Foi enviada para as rádios norte-americanas a 26 de Janeiro de 2010 e lançada digitalmente a 15 de Fevereiro na iTunes Store através da Interscope Records, além de terem sido editadas várias remisturas a partir da faixa original, e promovida ainda através de disco de vinil e CD single.

Inspirada pelo seu medo da asfixia, Gaga explicou que a letra retrata-a dando preferência à pista de dança em vez de atender chamada do seu amante, e observou que o telefone abordado na canção é, na realidade, uma pessoa dizendo-lhe para continuar a trabalhar de forma dura. Musicalmente, é constituída por uma ponte alargada, um verso-rap e um epílogo onde a voz de um operador anuncia que a linha telefónica está inacessível. Knowles aparece a meio da música com os versos cantados num modo mais rápido, acompanhados por batidas duplas. Em Maio de 2010, foi divulgada na Internet uma versão com os vocais de Britney Spears, sugerindo que inicialmente seria para o seu repertório.
Os membros da crítica afirmaram que "Telephone" era considerada uma faixa de destaque de The Fame Monster, chegando a receber uma nomeação para a edição de 2011 da cerimónia dos Grammy Awards na categoria Best Pop Collaboration with Vocals. A música entrou em várias tabelas musicais devido ao número das descargas digitais posterior ao lançamento do álbum, nomeadamente na Austrália, Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia, Países Baixos. Contudo, foi na Europa que se destacou mais, alcançando a liderança na Bélgica, Dinamarca, Hungria, Irlanda, Noruega e Reino Unido. O single vendeu três milhões de descargas nos Estados Unidos e mais de 7,4 milhões mundialmente estando entre os dez mais vendidos de 2010, de acordo com o relatório da Federação Internacional da Indústria Fonográfica.
O vídeo musical é a continuação de "Paparazzi", canção de 2009 que também recebeu um formato de mini-filme. Depois de ser socorrida da prisão por Beyoncé, as duas dirigem-se a um restaurante onde acabam por matar todos os clientes que se encontram no local. Após escaparem do estabelecimento, ambas seguem a alta velocidade para fugir a uma perseguição policial. A produção faz referência aos filmes Pulp Fiction e Kill Bill: Volume, ambos dirigidos por Quentin Tarantino. Muitos dos críticos elogiaram o vídeo, contudo outros realçaram a sua violência e os temas expressos. Em memória de Alexander McQueen, Gaga interpretou uma versão acústica de "Telephone" misturada com "Dance in the Dark" na cerimónia Brit Awards de 2010, além de ter constado no alinhamento das digressões mundiais The Monster Ball Tour e The Born This Way Ball.

Editar esta wiki

Não quer ver os anúncios? Assine agora

API Calls