Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

O Lacrimas Profundere foi fundado na Alemanha pelos irmãos Oliver e Christopher Schmid em 1993 com a proposta de combinar metal e arranjos neoclássicos com influências do rock setentista e gótico oitentista.

Em 1995, com apenas dois anos de atividade, o Lacrimas Profundere já havia mudando várias vezes sua formação e este foi também o ano em que a vocalista e violinista Anja Hötzendorfer passa a integrar a banda e o Lacrimas Profundere lança seu primeiro álbum intitulado “…And The Wings Embraced Us” e devido ao seu excelente nível musical a banda consegue um contrato com a gravadora Witchhunt Records.

No ano seguinte é lançado “La naissance d´un revê”, um álbum mais melancólico e introspectivo do que seu antecessor, e é exatamente com esta atmosfera que a banda fortalece sua imagem e se torna uma das principais bandas de sua gravadora.

Em 1997, a banda lança o EP “The Crown of Leaving” constituído por três faixas e em 1998 a harpista Ursula Schmidhammer junta-se à banda.

Após fazer diversas apresentações, fortalecendo cada vez mais sua imagem no cenário do metal alemão, a banda lança mais um EP, desta vez intitulado “The Embrance and the Eclipse” resultando em um contrato com a grande gravadora austríaca Napalm Records.

Em 1999 é lançado o álbum “Memorandum”, um trabalho que foi muito aclamado pelos críticos e a faixa “…And How to Drown in Your Arms” atingiu a terceira posição na "US-Metal Radiocharts" e a banda excursionou pelo Japão e América do Sul.

Ainda em 1999, devido a motivos familiares o baterista Lorenz e a harpista Ursula optam por deixar a banda.
Lorenz é substituído por Willi Wurm da banda de death metal DARKSEED.

Não demora muito e a vocalista e violinista Anja Hötzendorfer deixa a banda para dedicar-se aos seus trabalhos em orquestras e o baixista Markus Lapper também deixa a banda.

No final de 2000 começam as gravações do novo álbum e em 2001 “Burning: A Wish” é lançado e a banda continua se apresentando em diversos países.

Neste álbum fica claro o quanto a mudança de formação afetou a banda, pois ele possui menos elementos heavy metal do que os anteriores e aposta mais em uma atmosfera triste e cadenciada.

Em 2002 é lançado o quinto álbum de estúdio intitulado “Fall, I willl Follow.”

Neste álbum, ao contrário de seu antecessor “Burning: A Wish”, a banda faz uma excelente mistura de metal e rock gótico com influências de música eletrônica resultantes em uma ótima sonoridade que rendeu à banda excelentes críticas em diversas revistas especializadas. Além de ter sido escolhido como “álbum do mês”, foi executado durante 15 semanas nas rádios alemãs.

Aproveitando todo o momento de exaltação, a banda lançou a coletânea “The Fallen Years" que trata-se na verdade de seus dois primeiros álbuns “…And the Wings Embraced Us” e “La Naissance D´un Revê” em um único cd.

Em 2004, após se apresentar em vários festivais alemães e excursionar ao lado de bandas como AMORPHIS e PARADISE LOST, o Lacrimas Profundere lança seu sexto álbum intitulado “Ave End” podendo ser considerado uma continuação de “Fall, I willl Follow” devido à sonoridade apresentada.

Com o novo álbum a banda tem a oportunidade de gravar seu primeiro vídeo clipe e a música escolhida foi “Amber Girl”.

No início de 2005 o Lacrimas Profundere se apresentou em vários festivais europeus ao lado do THE 69 EYES e em abril o baterista Christian Freitsmiedl deixa a banda sendo substituído por Tony Berger.

Em 2006, a banda inicia as gravações de seu próximo álbum. Em maio lançaram o EP “Again It's Over” e em julho foi lançado o álbum “Filthy Notes For Frozen Hearts", que conta com a produção de John Fryer que já trabalhou com bandas como HIM, NINE INCH NAILS, PARADISE LOST, CRADLE OF FILTH e DEPECHE MODE.

Com o novo album, o Lacrimas Profundere excursionou com as bandas LACUNA COIL e APOCALYPTICA, e foi considerada a banda de goth-rock número um na Alemanha.

Em 2007, o vocalista Christopher Schmid e o baixista Daniel Lechner deixam a banda alegando stress resultantes de constantes turnês, e então o vocalista Rob Vitacca se une à banda.

Em junho de 2008 é lançado o oitavo álbum da banda, “Songs for the Last View” conquistando ótimas criticas na mídia especializada e classificado como um álbum “essencial para amantes do rock gótico".

Editar esta wiki

Não quer ver os anúncios? Assine agora

API Calls