Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Existe uma nova versão disponível da Last.fm, sendo assim, para manter tudo funcionando perfeitamente, recarregue o site.

Biografia

Você está vendo uma versão antiga desta wiki. Exibir a última versão.

John Anthony Frusciante nasceu em Queens, New York, em 5 de março de 1970. Ficou conhecido ao entrar para os Red Hot Chili Peppers após a morte de Hillel Slovak, por overdose de heroína, e gravar o disco Mother's Milk. O seu trabalho é reconhecido pela revista americana Rolling Stone, que lhe concedeu o 18º lugar da lista dos "100 Melhores Guitarristas de Sempre" e também foi reconhecido como o melhor guitarrista dos últimos 30 anos (1980-2010) em uma votação popular no site da rádio britânica BBC. John Frusciante também mantêm uma carreira solo, tendo lançado dez álbuns sob o seu próprio nome, além disso realizou duas colaborações com Josh Klinghoffer e Joe Lally, sob o nome de Ataxia.

Os seus álbuns solo incorporam uma variedade de elementos desde o , música ambiente até ao New Wave e eletrônica. Retirando influência de guitarristas de vários gêneros, Frusciante enfatiza a melodia e a emoção quando toca guitarra favorecendo guitarras antigas e técnicas análogas de gravação.

Tocava violão quando criança, e começou a tocar guitarra na adolescência. Chegou a participar de uma seleção para tocar com Frank Zappa, mas desistiu, para entrar para os Peppers. Após gravar Mother's Milk em 1988, gravaram Blood Sugar Sex Magik em 1991, que fez muito sucesso, com músicas como 'Under The Bridge', 'Give It Away' e 'Breaking The Girl'.

Durante a turnê no Japão, John saiu da banda, alegando cansaço da turnê, em 1992. Afundou-se nas drogas, e gravou Niandra Lades & Usually Just a T-Shirt, em 1994, que expressa muito bem a situação dele. Em 1997, gravou Smile From The Streets you Hold, seu segundo disco solo. Em 1998, foi convidado para voltar para os Red Hot Chili Peppers, e em 1999, gravaram Californication, que foi considerado a volta definitiva deles.

John Frusciante continuou com projetos paralelos e carreira solo onde chegou a criar 6 álbuns em 6 meses: The Will To Death - Automatic Writing (Ataxia) - DC EP - Inside Of Emptiness - A Sphere In The Heart of Silence e Curtains, de Junho de 2004 a Fevereiro de 2005, seu trabalho mais recente, o album The Empyrean lançado em 20 de Janeiro de 2009.

Em dezembro de 2009 Frusciante deixa mais uma vez os Peppers.

API Calls