Carregando o player...

Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Ígor Stravinski — em russo, И́горь Фёдорович Страви́нский — (Oranienbaum, 17 de junho de 1882 – Nova York, 6 de abril de 1971) foi um compositor russo, um dos mais influentes nomes da música do século XX.

Filho de um cantor da ópera imperial de São Petersburgo, aos 20 anos estudou com o compositor Rimsky-Korsakov. Em 1906, casou-se com Catherine Nossenko. Tiveram quatro filhos: Theodore, Ludmila, Soulima e Milena. Em 1910, compôs Pássaro de Fogo – o primeiro de uma série encomendada pelo Balé Russo, e obteve imediato sucesso. A partir daí, outras obras para balé lhe seriam solicitadas. Em menos de um ano, mais uma vitória. Dessa vez, com Petrouchka, interpretada por Nijinsky. Mas foi com a célebre A Sagração da Primavera (1913) que seu nome entraria mesmo para a história da música universal. A apresentação de Sagração da Primavera causou escândalo, devido às dissonâncias, à assimetria e alternância de ritmos da música.

Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial (1914—1918), mudou-se para a Suíça. De 1920 a 1939, Stravinski viveu na França. Na década de 1930, em menos de dois anos, perdeu a filha mais nova e a esposa, ambas vítimas de tuberculose. Pouco tempo depois, perdeu também a mãe.

Desgostoso, buscou novos ares. Com o início da Segunda Grande Guerra, Stravinski foi morar nos Estados Unidos. Antes, casou-se com Vera Sudeikina, sua amante havia vários anos. Desembarcou na América em setembro de 1939 e tornou-se cidadão norte-americano em 1945.

Em 1963, resolveu visitar sua pátria, quase meio século depois que partiu. Foi recebido com carinho pelos fãs e homenageado pelo governo soviético.

Sua obra tem influências de canções folclóricas, primitivismo, jazz, neoclassicismo, bitonalidade, atonalidade e serialismo.

Continuou trabalhando até os 80 anos.

Atrações em destaque

API Calls