Saltar para
vídeo do YouTube

Carregando o player...

Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Biografia

A canadense Exciter foi uma das primeiras bandas de , surgindo em 1983 - o marco zero do thrash - junto com outros fundadores como Slayer e Metallica. Mas, desnecessário dizer, seu sucesso não chegou aos pés de seus companheiros, e a dança da banda com o estrelato foi breve.

O vocalista e baterista Chuck Beehler, o guitarrista John Ricci e o baixista Allan Johnson formaram o Hell Razor em Ottawa, Canadá, em 1978. Depois de mudar seu nome para Exciter em 1980, a banda mandou suas primeiras demos para o fundador da Shrapnel Records, Mike Varney, que incluiu a faixa "World War III" no "US Metal Volume II", de 1982, e então assinou com eles um contrato de um único álbum. Lançado em 1983, o primeiro esforço da banda, "Heavy Metal Maniac" estava entre os primeiros álbuns de , e levou-os à atenção da Megaforce Records, de Jon Zazula (a casa do Metallica e do Anthrax), que assinou com o Exciter um contrato de três álbuns. Depois de gravar o "Violence & Force", de 1984, com o produtor do Anthrax, Carl Canedy, a banda embarcou em sua primeira turnê nos EUA suportando o Mercyful Fate. No ano de 1985 eles voaram para a Inglaterra para trabalhar com o produtor do Motörhead Guy Bidmead no "Long Live The Loud", de 1985. Sendo o ápice de sua carreira, esse álbum teve uma melhoria marcada tanto na composição como na qualidade do som e os levou a uma turnê extensa com o Accept na Europa e com o Motörhead e o Megadeth na América.

Porém, justo quando parecia que o Exciter estava começando a deixar sua marca, Ricci deixou a banda por uma carreira solo após o lançamento do EP de três músicas "Feel The Knife". Depois de encontrar como substituto o guitarrista Brian McPhee, a banda voltou à Inglaterra e contratou Bidmead novamente para gravar o "Unveiling The Wicked", de 1986. Não tão popular quanto seu antecessor, o álbum também relevou uma preocupação crescente com a melodia, o que não caiu bem para os fãs "hardcore" da banda. Seguindo mais uma rodada de turnês na Europa com o Motörhead e o Manowar, a banda voltou à América somente para descobrir que sua popularidade estava em franco declínio. Para tornar as coisas piores, o Exciter estava agora sem um selo e Beehler eventualmente decidiu que não ter um frontman apropriado estava comprometendo as chances de sucesso da banda. Então, ele deixou sua obrigação de vocalista para Rob Malnati para a gravação de seu quinto álbum, lançado independentemente, chamado simplesmente de "Exciter", de 1988. Mas o tiro saiu pela culatra, já que o quase completo abandono do thrash presente no álbum para uma abordagem mais lenta e mainstream do metal alienou o que sobrava da sua minguante base de fãs e pouco depois levou à separação da banda.

Inesperadamente, o Exciter voltou à ativa em 1992 quando os membros originais Ricci e Beehler se juntaram ao novo aixista David Ledden para o álbum "Kill After Kill". Sendo outro fracasso, foi logo seguido por um esforço ao vivo entitulado "Better Live Than Dead" (com o baixista Jeff McDonald) em 1993, depois do qual a banda novamente seguiu caminhos separados - pelo que parecia, de uma vez por todas. Incluindo o vocalista Jacque Belanger, o baixista Marc Charron e o baterista Rick Charron (sem parentesco), esta formação gravou o "The Dark Command", de 1997 e o "Blood Of Tyrants", pelos quais eles continuaram a fazer turnês esporadicamente.

- Ed Rivadavia, All Music Guide

Notas:

- O nome Exciter veio da música homônima do Judas Priest.

- A banda está para lançar um novo álbum chamado "Thrash, Speed, Burn" com Kenny Winter nos vocais, integrado à banda em 2006.

Editar esta wiki

API Calls