Saltar para
vídeo do YouTube

Carregando o player...

Descartar

As your browser speaks English, would you like to change your language to English? Or see other languages.

Biografia

Na estrada há treze anos, o trio carioca CARBONA, formado por Henrique Badke (guitarra/voz), Melvin (baixo) e Pedro (bateria), fez da “hiperatividade” e da “diversão”, marcas registradas, acumulando mais de 550 shows e nove discos lançados, tornando-se uma referência no cenário do rock independente nacional. Em 2009 chega a banda Bjorn Hovland, para tocar guitarra e trazer mais energia para uma nova década!

Cantando estórias através de letras ingênuas e melodias que grudam como chiclete, em composições de simplicidade cativante, o CARBONA apresenta seu novo disco “Dr. Fujita contra a Abominável Mulher Tornado”, o nono da carreira. Um disco de 11 músicas apresentadas em menos de 23 minutos, que levam a banda ao reencontro de suas influências! “Semivivo”, “A Alegria está de volta”, “Tornado” e “Valentina” são algumas das músicas gravadas no disco.

O novo show da banda reúne músicas de seu novo disco “Dr. Fujita contra a Abominável Mulher Tornado” e dos discos anteriores “Apuros em Cingapura” (lançado por uma parceria entre a Revista OUTRACOISA e o selo TOCADISCOS, do lendário estúdio Toca do Bandido) , “Taito Não Engole Fichas” e “Cosmicômica”.

Revelando canções positivas e bem humoradas , o show é uma jornada para o mundo CARBONA que resulta do caldeirão de influências que têm como principais ingredientes a energia dos lendários Ramones com adição da rebeldia ingênua de discos da Jovem Guarda como “Roberto Canta para a Juventude” e dos primórdios do Rock n´ Roll.

Seguindo sua vocação estradeira , a banda segue fazendo shows da “Fujitour Tour” por todo o Brasil.

Após 5 discos em inglês, em 2003 o CARBONA lançou “Taito Não Engole Fichas”, um divisor de águas na história da banda. O disco levou o Prêmio Dynamite de melhor álbum punk hardcore de 2003, enquanto o clipe de “Fliperama” passou 13 semanas no ar na MTV e músicas como “Meu Primeiro All-Star” e “1001 Doses (Até Você Voltar)” caíram no gosto do público. Uma tour pelo Sul e o Sudeste e a apresentações em festivais como o Porão do Rock de Brasília (para mais de 40 mil pessoas, entre Rumbora e Marcelo D2) e o Ruído (RJ) comprovaram a excelente receptividade do disco. Além disso se apresentaram no Abril pro Rock, Humaitá Pra Peixe dentre outros festivais relevantes do país.

Em 2005 foi a vez de “Cosmicômica” (13 Records – SP), que contou com uma tour de lançamento de 25 shows, passando pelos estados RS, SC, PR, SP, MG, RJ, DF e MT, seguida de apresentações no Festival Coca-Cola Vibezone do Rio e de São Paulo como headliner do palco indepentente.

Formado em 1998, o CARBONA teve seu álbum de estréia “GO CARBONA GO”, lançado pelo selo canadense AMP Recs neste mesmo ano , e logo em seguida partiu para uma turnê de 15 shows nos EUA e Canadá, se apresentando ao lado de bandas como Marky Ramone & Intruders, Chixdiggit e Groovie Ghoulies. Voltando ao Brasil, lançaram o CD pelo selo paulista 13 RECS, dando início a uma parceira de muitos lançamentos: Back to Basics (1999), Straight Out of the Bailey Show (2000), 3 Years Fucking Up Live (2001), gravado ao vivo no Hangar 110 em São Paulo e Mighty Panorama of Earth Shaking Rock n Roll (2001) , Taito Não engole Fichas (2003) e Cosmicômica (Março de 2005).

Editar esta wiki

API Calls