Loading player…

We’re currently migrating data (including scrobbles) to our new site and to minimise data disruption, we’ve temporarily suspended some functionality. Rest assured, we’re re-activating features one-by-one as soon as each data migration completes. Keep an eye on progress here.

A carreira de Teresa Cristina e do Grupo Semente começou em 1998, quando Teresa reuniu os músicos Bernardo Dantas, João Callado, Pedro Miranda e Ricardo Cotrim com o objetivo de fazer um show em homenagem à Candeia. O projeto acabou não acontecendo mas, naquele mesmo ano, eles começaram a se apresentar no Bar Semente, que acabou dando nome à banda que a acompanhava, estreando sua programação noturna. Depois do sucesso no Semente, passaram a tocar em outras casas noturnas da Lapa, como o Carioca da Gema e o Centro Cultural Carioca, para um público cada vez maior, transformando o bairro num pólo de atividades culturais e num dos locais de maior visibilidade da noite carioca

O reconhecimento da crítica veio com a gravação do primeiro CD, “A música de Paulinho da Viola”, uma homenagem aos 60 anos do cantor, que rendeu à Teresa o prêmio Rival BR e Prêmio TIM de música, como cantora revelação, e a indicação ao Grammy Latino de melhor disco de samba de 2003.

Em 2004, ano em que Mestre Trambique substituiu Ricardo Cotrim no Semente, gravaram seu segundo CD, “A vida me fez assim”, a estréia de Teresa como compositora. Neste mesmo ano viajaram com a caravana do Projeto Pixinguinha se apresentando nas capitais do Nordeste do Brasil. O sucesso de Teresa Cristina e Grupo Semente ultrapassou as fronteiras brasileiras, e levou o legítimo samba de raiz para países como Japão e Alemanha (aonde participaram da Copa da Cultura à convite do ministro Gilberto Gil). Em 2005, participaram das comemorações do ano do Brasil na França, em Paris, e lançaram seu primeiro CD e DVD ao vivo, "O mundo é meu lugar", gravado no Teatro Municipal de Niterói.

Em 2007, se apresentaram na Espanha, Itália, Holanda, Índia e México, à convite do Itamaraty durante a visita oficial do presidente Lula, e Equador, aonde realizaram um show à convite da Embaixada do Brasil em comemoração aos 185 anos de Independência. Ainda em 2007, lançaram seu primeiro CD pela EMI Music, “Delicada”, que traz composições de Teresa Cristina como “Cantar” e “Delicada”, parceria com Zé Renato, que dá nome ao disco, além de regravações de clássicos, como “Gema”, de Caetano Veloso. O CD teve grande destaque na imprensa nacional e recentemente foi lançado no México, alcançando 14º lugar na parada “World Music e Crossover”

Features

API Calls