Skip to
YouTube video

Loading player…

Biography

A música autoral não foi a primeira opção da João e Os Poetas de Cabelo Solto, que começou a carreira em 2007 fazendo shows cover do Los Hermanos em festas universitárias. Mas depois de um certo tempo, os ensaios e encontros dos integrantes começaram a aumentar o desejo de fazer um som próprio, que agora é selado com o primeiro álbum completo da banda, homônimo, lançado em março de 2012.

Los Hermanos pode ser a chave, mas o álbum de estreia da banda vai além. Tem de tudo ali: do novo do Strokes, passando por Chico Buarque e chegando até à música instrumental, como Maria Schneider e o tango de Piazolla. A pluralidade se deve ao número de integrantes – sete, no total – que dizem um dia chegar com um CD novo de indie rock, e no outro, viajar ouvindo a Sinfonia “Do Novo Mundo”, de Dvorák.

A ideia de trabalhar na música autoral surgiu de repente. Em 2010, foram surgindo as primeiras letras e ideias. Logo depois do primeiro EP, no mesmo ano, o processo de composição começou a ser levado mais a sério, e a banda teve de adaptar o pouco
tempo de ensaios que possuía por semana à sua forma de conceber as músicas: primeiramente, a composição de letra, melodia e harmonia e depois os arranjos com o
time completo.

Todas as influências e este processo sistemático são fatores bastante nítidos no disco, composto por dez faixas – algumas já conhecidas do público, outras inéditas. Com o trabalho, a João e Os Poetas de Cabelo Solto se mostra definitivamente preparada para
sair cada vez mais do eixo Campinas-São Paulo e atingir um novo público - que só precisa “curtir” a página da banda no Facebook para ouvir o álbum e chegar até eles ou procurar pelos bons blogs de música onde, certamente, o CD estará lá para download gratuito.

A banda já abriu apresentações de bandas como Forgotten Boys, Seu Chico e Móveis Coloniais de Acaju, além de ser atração principal de vários eventos realizados pela região, incluindo a Virada Cultural de Campinas.

Além dos dois trabalhos recentes, eles também marcam presença na coletânea Is This Indie, do Rock ‘n’ Beats, com uma versão de “Soma, do Strokes, e na Re-trato, do Musicoteca, que trará em abril a roupagem da banda para “É de Lágrima”, do Los Hermanos.

Integrantes:
Bernardo Penha (Teclado)
Gui Alves (Guitarra)
Lucas Camporezzi (Voz)
Luis Haruna (Trompete)
Pedro Alliprandini (Sax Tenor/Clarinete)
Rafael Gomes (Baixo)
Ronaldo Prascidelli (Bateria)

Edit this wiki

API Calls