Articles

RSS
  • Mano Brown fala a Afropress em conferência

    5 May 2010, 04:28 by flipe


  • Ocultando para Serra, denunciando para Lula

    3 May 2010, 16:05 by flipe

    Por Augusto da Fonseca em FBI.

    As Organizações Serra não querem que o Lula diga que a Dilma é a sua candidata e farão de tudo para que isso não ocorra.


    Sem contar que tentarão, o tempo todo, dizer que o Serra é a boa continuidade do Lula e não a Dilma.


    Se conseguirem fazer com que o eleitor acredite nisso, o Serra tem chance. Se não… Bye-bye Serra 2010!


    Fatos que fundamentam as afirmações acima:


    1. O PSDB promete entrar hoje com duas ações contra o Lula por ter dito que a Dilma é a sua candidata e por utilizar dinheiro público para promover eventos que se transformam em comícios de campanha



    2. O Globo de hoje (3/4/10), pág. 4, Opinião com o título “Brincando de eleição” diz que o evento da CUT foi patrocinado com recursos públicos (é verdade) e tranformaram-se em comício de pré-campanha da candidata do PT.


    3. O Globo, nesse editorial, esqueceu (propositalmente) de mencionar que as centrais sindicais convidaram todos os pré-candidatos.  O Serra não foi porque não quis. Os trabalhadores e suas famílias lá presentes gostariam muito de ouvir o que o Serra teria a dizer. Se foi um evento em que todos foram convidados, é mentira do Globo o mencionado acima.


    4. Ainda nesse Opinião, da pág. 4, está escrito “Dilma Rousseff esteve ao lado do presidente Lula, no palanque, e o presidente insistiu na sua tática de driblar a Justiça eleitoral: ‘Para quem vier depois de mim, e vocês sabem quem eu quero…‘”.


    5. Esse é o nó da questão: o presidente Lula não pode dizer que a sua ex-ministra, coordenadora do governo; candidata do seu partido, o PT; é a sua candidata. Não pode dizer nem implicitamente, que foi o que aconteceu.


    6. A campanha do Serra, onde têm acento as Organizações Serra (Globo, Folha, Estadão e Veja, entre outros), indicou a não-participação do Serra nos eventos das centrais sindicais, exatamente para poder abrir ações contra o Lula e o PT. Se o Serra tivesse ido, não haveria base sustentável para as ações. Sem contar que o Serra seria vaiado do início ao fim, em função da péssima relação que ele e todos os tucanos têm com os movimentos sociais.


    7. Anteontem (1/5), a coluna do Merval Pereira, um dos principais militantes da campanha Serra 2010, foi chamar o sociólogo francês Touraine, professor e amigo do FHC, para dizer que o melhor candidato da continuidade ao Lula é… o Serra.



    8. Dois argumentos foram utilizados:


    a) o Touraine disse que não conhece a Dilma  mas acha que ela é despreparada para essa continuidade. Em bom português: não conhece, não sabe nada a respeito e não gosta. Como cientista, o Touraine é um bom palpiteiro ao emitir juízo sem fundamentação! Eu estava pensando em ler alguma coisa dele, mas com essa desisti…


    b) Diz o Touraine, segundo o suspeito Merval: “o próximo governo teria que fazer reformas de estruturas nas grandes cidades, sobre o transporte, habitação, medidas que Touraine já cobrava do atual governo Lula, e Serra estaria mais capacitado para essa tarefa depois de ter sido governador de São Paulo“


    9. Vejam bem, o Touraine não sabe duas coisas que qualquer brasileiro e paulista sabem:


    a) O governo Lula desenvolveu, sob a coordenação da Dilma, um gigantesco e bem sucedido programa (com investimentos e medidas institucionais) em áreas de atribuição dos governos estaduais e municipais: saneamento, transportes, habitação. Coisa que o governo do pupilo e amigo dele FHC poderia ter feito e não fez, por opção.


    b) O Serra foi um desastre como Prefeito e como Governador, depois de ter sido desastre como Ministro do Planejamento e da Saúde. Nas áreas mencionadas pelo Touraine, Serra não fez absolutamente nada. É só ver os números!


    10. Enquanto isso, o candidato da imprensa, José Serra, participou em ato evangélico patrocinado pelo governo de Santa Catarina e a prefeitura de Camboriú, ambos geridos por tucanos, que injetaram R$ 540 mil no encontro anual da Assembléia de Deus. Essa informação é do insuspeito Josias de Souza, que acaba de ganhar créditos com este FBI. (clique aqui)



    11. Então o jogo que interessa às Organizações Serra é o seguinte:


    a) impedir que o Lula diga que a Dilma é a sua candidata;


    b) chamar “os universitários” especialistas para dizer que o candidato da continuidade é o Serra;


    c) divulgar uso de recursos públicos nos eventos da Dilma e esconder (mentir por omissão) o uso dos recursos públicos nos eventos do Serra.


    ***


    “Mentir, mentir e mentir” será a tática da campanha Serra. Quem viver, verá!


    ***


    Por falar em ações na Justiça Eleitoral, quando é que a campanha da Dilma entrará com ações contra as Organizações Serra que fazem campanha eleitoral antecipada, vinte e quatro horas por dia, especialmente no rádio e TV que são concessões públicas?
  • Track 100.000

    10 Dec 2009, 18:09 by niggalex

    Finalmente, de maio de 2006 ate agora. Muita música, compartilhamento e amizade. Com o mundo todo. E agradeço a cada um que contribuiu direta e indiretamente, para expansão do ma minha biblioteca e do meu gosto músical. Travei quando chegou no 99999

    Queria que tocasse algo com espontaneidade e que fosse aleatório. Sintonizei nas faixas favoritas. E fiquei torcendo que viesse uma música da hora. Acho que nenhuma outra faixa poderia descrever, as mudanças no mercado fonográfico, e o poder que a internet tem.
    Senhoras e senhores com vocês a minha faixa numero 100000.
    Do album

    Metalfingers Presents: Special Herbs, The Box Set Vol. 0-9
    A faixa All Spice foi a grande vencedora.
    All Spice

    A sensação é mesma de quando se chega ao final de um jogo. Como diria Artnor, zerei no normal agora vou tentar no HARD.

    Ja comecei. Com Dreamy e na sequencia,Ready Or Not (Clarck Kent Remi (4:02). Que venham as 200.000 =D Abraço a todos.

    Finally. Since May of 2006 keeps now. A lot music, share and friends. Worldwide. And I say thank you for everyone was that contributed straight and indirectly, for expansion of my library and my musical taste. I locked when arrived in the 99999 Will Want that play something with spontaneity and that went random. I tuned in loved tracks. And waitting to come one good song. I find that no another one streak would be able to describe, the
    changes in the phonografic market, and the and the internet power. Ladies and Gentleman the track number 100.000 is...

    Metalfingers Presents: Special Herbs, The Box Set Vol. The great winner. THE sensation is same of when arrives to the end of a=any good game. As it would say Artnor, I finish it in the normal level now I am going to try in the HARD. Begin With Dreamy and FugeesReady Or Not (Clarck Kent I Redeemed (4:02). That
    the 200,000 come = D One love to all.

    My inglesh its stay bad :P
  • Um anti-herói chamado Don Ramón

    16 Jul 2009, 17:45 by flipe

    Ramón Goméz Valdés y Castillo, nasceu na Cidade do México em 6 de abril de 1923 e faleceu com câncer no pulmão em 9 de agosto de 1988. Fez mais de 50 filmes mas foi a partir de 1971, com o seriado “Chavo Del Ocho” e seu personagem Don Ramon que ficou conhecido internacionalmente.

    Em 1979 saiu programa, após a briga de Carlos Villagran (Kiko) e Roberto Gómez Bolanõs (Chavo). Ramon foi trabalhar com Villagrán nos seriados “ah, que Kiko!” e “Frederrico”, voltando ao seriado na terceira fase, aquela em que os episódios se passam predominantemente no restaurante de Doña Florinda (Florinda Meza) e na escola do Prof.Jirafales(Ruben Aguirre).

    Embora o seriado “Chavo Del Ocho”, tenha sua primeira parte nos anos 70, com todos personagens e maioria das filmagens na vila, no Brasil o seriado começou a ser exibido em 1984 pelo SBT, então TVS. “Chaves”, desde então vem acompanhando a infância de pelo menos duas gerações. Prova disto é que neste ano, houve dias em que o programa “bateu” a audiência de jogo da Copa do Mundo.

    Todos personagens carregavam características psicológicas muito fortes, além de juntos se inserirem num contexto social. Um cortiço mexicano, uma mulher ex-classe média, um professor, um rico capitalista, uma idosa, 3 crianças, uma delas um menino órfão e um desempregado: Seu Madruga(Don Ramon).

    Para Roberto Gomes Bolanõs, o Chespirito, redator do programa e intérprete do personagem principal, Don Ramon era o que era Ramon Valdez e por isto talvez ele tenha ‘interpretado” com tamanha naturalidade.

    Para mim Don Ramon ou Seu Madruga é maior exemplo de anti-herói dos anos 80. Na verdade, acho ele um herói. Mas, se pensarmos que a cultura de massa estadunidense tenha apresentado um outro conceito de herói, o do “super-herói”, ou seja, aquele que tem determinados atributos físicos que não são humanos, afirmo que o “esquelético” Seu Madruga era um anti-herói.

    O anti-herói não preocupa-se com a falsa moral, aquela em que qualquer coisa que o herói faça, mesmo que seja ruim, uma vingança, é justificável. O anti-herói age por necessidade. A virtude do anti-herói é a malandragem. O personagem Seu Madruga utiliza sua esperteza para vencer as dificuldades sociais que passa. Com carisma convence o dono do cortiço, Seu Barriga (Edgar Vivar), que vai arranjar dinheiro para pagar o aluguel.

    E ele consegue. Todo mês, ele pagava, pois sempre continuava devendo os mesmos 14 meses. Com garra e coragem faz vários trabalhos: carpinteiro, leiteiro, vendedor de doces, fotógrafo, cabeleireiro e pedreiro. Retratando a realidade mexicana (e também a brasileira, por isto a identificação imediata), de sub-empregos para as classes baixas.

    Mais que isso, ele foi um guerreiro ao criar sozinho sua filha(Chiquinha) e um cavalheiro ao jamais levantar a mão para Dona Florinda(Florinda Meza).

    Para as crianças era o palhaço, aquele que fazia rir apenas com um gesto. Como quando jogava o chapéu no chão. Entre seus bordões estão: “o que que foi que que foi que que há?”, “Só não te dou outra porque...”. Mas a frase que melhor qualifica o anti-heroismo de Seu Madruga é: “a vingança nunca é plena mata a alma e envenena”.

    Via Contraofensiva.
  • Track 50.000

    26 Aug 2007, 15:12 by niggalex

    Música 50.000 !!! Pensei que não chegaria aqui. Muita coisa rolou nesse caminho
    141amigos gente que me influenciou
    e me divertiu e o melhor me mostrou músicas novas que talvez jamais ouviria grandes amigos entre eles,Tetisu
    meu grande amigoRachamannnnnnn e suas batidas de muito bom gosto,Sonik_Villatem muito bom gosto, Renonem queria ouvir hoje não sai do Last,my big friend Marija espero você vir me visitar um dia aqui.
    Chacal o muleque mala da porra só ouve som pesado, valeu moleque, meu grande amigo Ben sem palavras alias duas palavras muito obrigado.
    Marco gomes o fã que se tornou amigo, Loop essa garota tem muito bom gosto, DJ Batman me apresentou muita coisa boa, no last Fm e fora dele sempre seremos amigos China melhora logo irmão saudade da porra!
    Buiu humildade é o forte desse moleque, me amarro em você. Anderson sumiu porra =D Rodge Jah bless Flex
    50.000 músicas é muita coisa um longo caminho , que ficou mais curto com a ajudas dos amigos e dos 68 que faço parte.
    50.000 músicas escolher uma especial no meio de tantas é algo muito difícil bem mais difícil do que ouvir essa quantidade de músicas...
    São tantos artistas de peso
    Talib Kweli abstrac tribe unique RZO Jean Grae Quasimoto
    mas artista escolhido foi ge-ology, acho que foi o artista que mais ficou em primeiro lugar no meu top semanal,viciante música viciante.
    obrigado Last fm só tenho a agradecer esse site é muito FODA!!!
    ObrigadoGE-OLOGY sua existência me causa felicidade.
    Com vocês a música 50.000 Ge-ology Floating
    Floating



    Music 50.000!!! I thought that would not arrive here. A lot thing rolled in that road 141 amigos people that influenced me and amused me and the best one showed me new music that perhaps would never hear big friends between them, Tetisu my big amigoRachamannnnnnn and their slams of very good gosto,Sonik_Villa have very good taste, Reno will want to hear today do not leave of the Last, my big friend Marija I expect you come visit me a day here. Chacal that kid suitcase of the shit alone hears heavy sound, was worth urchin, mine big friend Ben without words you ally two words... Thank , Marco gomes the fan that became friend, Loop that girl has very good taste, DJ Batman presented me a lot good thing, in the last Fm and outside of him always we will be friends China improves soon brother miss u a lot Buiu humility is the fortress of that urchin, I tie me in you. Anderson disappeared porra Rodge jah bless flex,50.000
    music is a lot thing a long road, that stayed shorter with the help of the friends and of the 68 that I do part. 50.000 music choose a special one in the environment of so much is somewhat a lot difficult well more difficult than hear that quantity of music... They are so many artists of weight Talib Kweli abstrac tribe unique RZO Jean Grae Quasimoto but artist chosen was ge-ology, I find that was the artist that more stayed in the first place in my top weekly, addictive addictive music. Thank you Last fm alone that site is a lot FODA !!! Obrigado GE-OLOGY its existence causes me happiness. With you the song 50.000 Ge-ology Floating Floating
  • RÁDIO OBANDO

    4 Jul 2007, 18:56 by obandoproducoes

    Ouça a rádio OBandO
    lastfm://artist/OBando/similarartists

    OBANDOPRODUÇÕES
    http://www.lastfm.pt/user/obandoproducoes
  • Projeto Bolachazz " Brazilian instrumental music"

    21 May 2007, 22:19 by niggalex

    It mix or mix itself? It join persons or diverse things, cross, unite, mix-itself, confuse-itself amid ideas and ideal, with the purpose of set to music, amuse, build and deconstruct rhythms and notes, mix sounds and invent tones, excite and excite itself with that power that the song has, of that intermarriage arose the Project Bolachazz, a sound that was born between that frantic rhythm, that crazy routine that the city provides us every day, Music of the street with 4 great musicians that orchestrate that so innovative sound, stuffed with impromptu speech of sax, short, percussion and keyboard. Organic and electric, man and machine, samba rhythm and noises are found in that music that has to expensive of Brazil with footprints of a lot and Latin rhythms; funk; samba; baião, hip-hop and jazz. The classical beauty of the instruments itself mixture the modernity of the pick-ups finalist that genius and breaking the rules of the formality, invading all the races, classes and beliefs, doing everybody dance, will smile and will vibrate. Bolachazz is: instrumental music of quality.



    Misturar ou misturar-se? Juntar pessoas ou coisas diversas, cruzar, unir, mesclar-se,confundir-se em meio a idéias e ideais, com o propósito de musicar, divertir, construir e desconstruir ritmos e notas, mixar sons e inventar tons, emocionar e emocionar-se com esse poder que a música tem, dessa miscigenação surgiu o Projeto Bolachazz, um som que nasceu entre esse ritmo frenético, essa rotina louca que a cidade nos proporciona todos os dias, 3djs formados pela escola de música da rua com 4 ótimos músicos que orquestram esse som tão inovador, recheados com improviso de sax, baixo, percussão e teclado. Orgânica e elétrica, homem e máquina, batuques e barulhos se encontram nessa música que tem a cara do Brasil com pegadas de ritmos latinos e muito; funk; samba; baião, hip-hop e jazz. A beleza clássica dos instrumentos se mistura a modernidade das pick-ups formando essa genialidade e quebrando as regras da formalidade, invadindo todas as raças, classes e credos, fazendo todos dançarem, sorrirem e vibrarem. Bolachazz é: música instrumental de qualidade.

    Projeto bolachazzMyspacepage
    Youtube video
    second videoParticipation YO and Hadda
  • Hadda & DJ A "Eu represento" letter translated

    21 May 2007, 18:07 by niggalex

    Hadda & DJ AEu Represento
    Eu Represento
    Para os fãs de Hadda & DJ A a tradação de uma letra.
    espero que contimuem gostando depois de entender o conteúdo

    For the fans of Hadda & DJ TO the tradação of a letter.
    I expect that contimuem liking after understand the content






    Eu represento
    I represent

    Na quebrada ou no centro
    Na poeira ou no cimento
    Na tranqui e no tormento
    Mc pacifico rap violento

    I represent
    in the hood or in the center
    In the dust or in the cement
    In the calm and in the torment
    Mc pacify rap violent


    Eu represento
    I represent

    Salomão e Dona Alvina
    Os manos e as minas
    As batidas e as rimas
    Os becos e as esquinas

    Salomão and Miss Alvina
    The brothers and the Sisters
    The beats and the rhymes
    The alleys and the corners


    Eu represento
    I represent

    O pobre e o quebrado
    O crente e o noiado
    O D.F e o cerrado
    O na moral e os folgado

    The poor man and the broken-down one
    The believing and the the noiado ( addict in merla,brazilian sub-drug)
    The D.F and the cerrado( )


    Eu represento os cara daqui
    A santa e a C.I
    O break e Mc
    O DJ e o grafite

    I represent the face from here
    A Santa and the C.I ( Santa Maria D.F Hadda's town, C.I is the Ceilandia)
    The break and Mc
    The DJ and the graphite


    Eu represento
    No conic ou no planalto
    No baixo ou no alto
    No morro ou no asfalto
    Viaduto ou no palco

    I represent In The conic or in the plateau
    In The bass or in the high one
    In The hill or in the asphalt
    Viaduct or in the stage


    Eu represento no style ou no estilo
    No Freestyle ou no improviso
    No choro ou no riso
    Na loucura ou em juízo

    I represent in the style or in the estilo
    In The Freestyle or in the impromptu speech
    In The crying or in thelaughter
    In The insanity or in sober


    Eu represento
    Em sinais ou com a voz
    A capela em beat box
    Cara de pau ou de inox
    Meu poder esta na mente
    E não em um Nike shocks

    I represent In signs or with the voice
    THE chapel in beat box
    face of hood or of stainless
    My power this in the mind
    AND not in a Nike shocks



    Eu represento meu nome e sobrenome
    Original ou clone
    Nos falantes ou no fone
    Na garganta ou microfone

    I represent my name and surname
    original or clone
    in the talkative or in the phone
    In The throat or microphone


    Eu represento
    Os mortos e os vivos
    Os morgados e os ativos
    A família e os amigos os chegados e os inimigos
    Eu represento no claro ou no escuro
    Misturado ou puro
    Pros espertos e pros burros
    Num passado e no futuro

    I represent The dead persons and the alive
    The heirs and the assets THE family the friends, the homies and the enemies
    represent in the clear one or in the dark one
    Mixed or pure for cunning and for stupid
    In a past and in the future


    Eu represento mágica e magia
    Atual e nostalgia
    Mentes cheias e vazias
    Ritmos e poesia

    I represent magic and magicness
    Present and nostalgia mind full and empty
    Rhythms and poetry



    Eu represento os crioulos e os cafuzo
    O uso e o abuso
    O limpo e o sujo
    O que ta claro e o confuso

    It I represent the creoles and the mestizo
    The use and the abuse
    The clean one and the dirty one what to you
    clear and the confused



    Eu represento em tape ou cds
    Pra eles ou você
    Português em inglês
    Em wave e mp3

    I represent in covers or cds
    for the them or you
    Portuguese in English
    In wave and mp3



    Eu represento no anonimato ou na fama
    No sofá ou na cama
    No trono ou na lama
    No game ou no fliperama

    I represent in the anonymity or in the fame
    In The sofa or in the bed
    In The throne or in the mud
    In The game
    or in the pinball machine



    Eu represento o funk o pop
    O forro o xote
    O reggae e o rock
    O black e o e hip hop eu represento

    I represent the funk the pop
    the Forró and the xote
    The reggae and the rock
    The black music and the and hip hop
    I represent



    Eu represento tumulto e o sossego
    Os troianos e os gregos
    Desrespeito e o respeito
    Mestiços e os pretos

    I represent uproar and the calm
    The troians and the Greeks
    I Disregard and respect
    the mixed race and negroes



    Eu represento caça e caçador
    O Crime e o promotor
    Aluno e professor
    Ódio e amor

    I represent hunting and hunter
    The Crime and the promoter
    Student and professor
    Hatefulness and love



    O Acabado ou o salvo
    A mira e o alvo
    Nervoso ou muito calmo
    Debaixo de sete palmos

    Him it Finished or the save
    To sight and the aim
    the Nervous or very calm
    aim under seven spans



    Eu represento nos conforto ou no sufoco
    No quarto sem reboco
    Diplomacia ou no soco
    Silencio entre os pipocos

    I represent us comfort or in the hassle
    In The room without plaster
    Diplomacy or in the punch
    I Silence
    between the shots



    Eu represento com vontade e sensatez
    Dia a dia mês a mês
    As pick ups e um spray
    Microfone e um chão xadrez

    I represent with will and common sense
    day by day month to month
    The pick ups and a spray
    Microphone and a
    ground chess



    Eu represento igualdade e diferença
    Prejuízo e recompensa
    Da menor a mais imensa
    Os que só falam, e os que pensam

    I represent equality and difference
    Damage and reward
    Of The smaller one to more immense
    The that alone speak,
    and the that think


    Eu represento swing e a ginga
    Whiskye e a pinga
    Os thugs e os nigga
    Os fela da mãe e os fi de rapariga


    I represent swing and the oar
    Whiskye and the sugar-cane brandy
    The thugs and the nigga
    The gall of the mother
    and the son of rapariga(slang for bitch)



    Eu represento o acerto e o erro
    Extremo e o meio termo
    Revolta contra o governo
    Do nascimento ate o enterro

    I represent I set right him and the error
    Extreme and the compromise
    Revolt against the government
    Of The
    birth keeps the burial



    Eu represento
    O valor da minha raça
    O amor que nunca passa
    O calor de uma cachaça
    O solitário e a massa

    I represent
    The value of my race
    The love that never passes
    The heat of a white rum
    The solitary one and the
    people



    Eu represento os quebrado e os sem dinheiro
    Os pretos do mundo inteiro
    O trabalhor e o maloqueiro
    Os de cara e os macoheiros

    I represent the broken-down and the without money
    The black of the entire world
    The man at work and the maloqueiro*( Salang for thugs)
    the that do not use drugs and the addicts in marijuana


    Eu represento os dez primeiros da lista
    Os últimos da pista
    Os maluco “É noiz na fita”
    O surf e os skatista

    I represent the ten first of the list
    The last of the trail
    The madman "is we in the tape"
    The surf and the
    skaters



    Eu represento por telefone por email
    No chat pelo correio se confundiu então sai do meio
    Tipo cego em tiroteio

    I represent by telephone by email
    In The chat by the mail
    was confused then leave of the half
    like blind Kind in
    cross-fire


    Eu represento
    A Loucura e a sanidade
    Largado e a vaidade
    Complexo e simplicidade
    O cárcere e a liberdade

    I represent
    The Insanity and the sanity
    It given up and the vanity.
    Complex and simplicity.
    The jail and the liberty.

    Eu represento em VHF em UHF
    Em vinil ou em cassete
    Em sampler scratch com banda ou em

    I represent in VHF in UHF
    In vinyl or in cassette
    In sampler scratch with band or in playback i represent

    i repsente the Hip-Hop i represent