A new version of Last.fm is available, to keep everything running smoothly, please reload the site.

Jun 11

César Menotti e Fabiano - "Retrato – Ao Vivo em Estúdio”

With César Menotti & Fabiano at Chevrolet Hall

Date

Friday 11 June 2010 at 11:00pm

Location

Chevrolet Hall
Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230 — Savassi, Belo Horizonte, Brazil

Tel: 55 (31) 2191-5700

Web:

Show on map

Description

Mesas:
1º Lote: R$300,00 (esgotado)
2º Lote: R$350,00 (esgotado)
3º Lote: R$400,00 (esgotado)

Pista /Arquibancanda
1º Lote: R$40,00 – inteira / R$20,00 – meia-entrada

2º Lote: R$50,00 – inteira / R$25,00 – meia-entrada
3º Lote: R$60,00 – inteira / R$30,00 – meia-entrada
4º Lote: R$70,00 – inteira / R$35,00 – meia-entrada

Entrega de Ingressos - BH 31 3373 8589
www.entregadeingressos.com.br
Solicite e receba em casa ou trabalho pelo mensageiro

Classificação

16 anos – haverá venda de bebidas alcoólicas e 18 anos para a Área Vip

César Menotti & Fabiano promovem show de lançamento do novo CD da dupla.

Foram 12 músicos no estúdio, 50 fãs na platéia e cerca de 60 pessoas envolvidas na produção. O CD “Retrato – Ao Vivo em Estúdio”, 5º trabalho na carreira dos irmãos César Menotti & Fabiano, tem para eles um ar de estréia. Ousada, a dupla resolveu gravar todo o disco ao vivo, como num show, com a presença dos fãs no estúdio. Diferente de uma apresentação aberta, onde o público está a metros de distância, o registro do novo álbum traz a vibração da banda com a euforia da platéia, pertinho, alguns pela primeira vez num estúdio de gravação, para curtir um show particular da dupla. “Sorteamos alguns fãs através do Twitter e todos foram recebidos carinhosamente por nós em BH”, conta Fabiano, que dividiu a gravação entre os estúdios Minério de Ferro, do Jota Quest, e Máquina, do Skank. O álbum foi mixado no estúdio Mosh, em São Paulo, e masterizado no Sterling sound, em Nova York.

Para César, foi a oportunidade de mostrar o trabalho do grupo para valer, sem maquiagem. “A grande sacada da gente é não fazer um ao vivo fake, simplesmente gravar um CD de estúdio, pré-produzir e depois colocar o público. Não, o povo está cantando conosco em tempo real”, avisa. A proximidade entre artista e fãs era mais um objetivo dos irmãos. “O que acho mais bacana desse projeto é as pessoas poderem entender como é que funciona uma produção. O fã vai conhecer uma gravação de onde sai todo o nosso trabalho, que são os estúdios. Com a galera cantando junto é muito bom”, diz Fabiano, que é complementado pelo terceiro irmão, Fábio, que não canta na dupla, mas dirige a carreira com os irmãos. “Geralmente a gente leva uma unidade móvel de áudio e vídeo para gravar o show, mas desta fez fizemos o contrário, trouxemos os fãs para perto para sentir isso”, explica ele.

O novo disco de inéditas remete aos melhores momentos da dupla, quando eles explodiram em shows Brasil afora e assim abriram caminho para a nova música sertaneja com os sucessos “Como um anjo”, “Leilão” e “Caso marcado”, do álbum de estreia na Universal Music, “Palavras de amor”, de 2005. As levadas dançantes – bailão, arrasta-pé e até pitadas de gafieira – se misturam a baladas e temas românticos neste CD, num show completo dentro de sua casa. Respeitado em todos os segmentos da música popular e convidado especial do álbum, Dominguinhos vem representa outro interior do Brasil cantando e tocando com a dupla na bem-humorada música “Kid Lampião”.

Em “Retrato – Ao Vivo em Estúdio”, a pegada da banda, a platéia envolvida e entusiasmada e as performances da dupla, principalmente os violões de César e o vozeirão de Fabiano, fazem do álbum uma festa criada para o sucesso. Os 20 minutos iniciais do disco já indicam o caminho: São seis temas dançantes, com levadas consistentes para dançar sozinho ou em dupla, como na abertura, “O vento”, e nas seguintes: “Retrato”, de instrumentais e refrão marcantes, o single “Labirinto”, tão envolvente que já está entre as 10 mais tocadas do Brasil, o irresistível arrasta-pé “Sem você eu morro (Imploro)”, a crônica cotidiana “Fofoca”, parceria de César Menotti e Fabio Viana, e o dengoso xote “É ruim que dói”.

Se César Menotti & Fabiano são ases em fazer um baile como ninguém, a dupla também conhece as dores de amor do brasileiro, como prova nas canções “Pra você nada valeu”, “Esperando aviões”, uma aposta de regravação certeira do sucesso de Vander Lee, e “Isso é amor”, balada de Victor Chaves, da dupla com Leo, e “Deixa o sol entrar”. A realidade da vida para quem mora e trabalha fora do Brasil – como a saudade, o frio e o choque cultura – é o tema da faixa “Imigrante”, composição de César Menotti e tema especial nas turnês da dupla pelo exterior. Ano passado, por exemplo, eles se aventuraram em shows lotados pelos Estados Unidos e Europa. As violas caipiras não poderiam faltar no show de César Menotti & Fabiano. Criados e influenciados sob o som de artistas de raiz como Tião Carreiro & Pardinho e Pena Branca & Xavantinho, o tom ruralista está representado em “2220210”, composição de Durval e Davi, sobre a espera de um antigo amor.

Ao final do disco, o som volta ao clima do início do show e mostra a força da musicalidade dos irmãos Menotti. De levada irresistível e letra bem realista, “Admita” faz o público do estúdio dançar e cantar junto antes de explodir no encerramento do álbum com “Jesus Cristo”, regravação da música de Roberto e Erasmo Carlos, com a força característica do som de César Menotti & Fabiano, que vem se disseminando entre a nova geração de cantores e músicos do gênero Brasil afora. Confiram as 16 canções do disco, um verdadeiro álbum de retratos de momentos da vida e da carreira da dupla mais amada do Brasil.

Entrega de ingressos em domicílio
http://www.entregadeingressos.com.br
31 3373 8589

Line-up

API Calls